Mesmo desfalcado, Barcelona é perigoso, diz técnico do Schalke

segunda-feira, 31 de março de 2008 13:40 BRT
 

Por Kevin Fylan

GELSENKIRCHEN, Alemanha (Reuters) - O time alemão Schalke 04 verá um cenário melhor do que sonhava ao enfrentar em casa, na terça-feira, um Barcelona bastante desfalcado, e isso mesmo que o técnico Mirko Slomka tenha adotado uma postura cautelosa na véspera do jogo.

O moral do Barcelona sofreu um duro golpe antes da primeira rodada das quartas-de-final da Liga dos Campeões, quando deixou uma vantagem de dois gols escapar para sofrer uma derrota de 3 a 2 diante do Real Betis, no final de semana, em uma partida da primeira divisão do campeonato espanhol.

Os catalães sofreram também com as baixas provocadas por lesões, que deixaram de fora Ronaldinho, Lionel Messi e Deco, entre outros.

Na segunda-feira, Slomka parecia estar se esforçando ao máximo para afastar o sentimento de favoritismo.

"Eles não vão contar com três jogadores de nível internacional, certamente", afirmou o treinador em uma entrevista concedida no Arena AufSchalke. "Mas eles possuem outros jogadores de nível internacional. Bojan Krkic, Samuel Eto'o e Thierry Henry também são três nomes importantes."

"Depois, há o meio de campo, com Xavi, (Andrés) Iniesta e (Yaya) Touré. Vamos enfrentar uma parada dura."

O Schalke chegou pela última vez às quartas-de-final do torneio na temporada de 1958-59, quando perdeu para um outro time da Espanha, o Atlético de Madri.

"Esta vem sendo uma grande temporada para o Barcelona na Liga dos Campeões, com seis vitórias e dois empates até agora. E 16 gols marcados", disse Slomka.

"Tecnicamente, eles são uma das melhores equipes da disputa. Mas nós jogaremos diante de nossa torcida e precisamos ser agressivos e aproveitar ao máximo essa oportunidade. Não é todo dia que se joga contra o Barcelona nas quartas-de-final da Liga dos Campeões."