4 de Junho de 2008 / às 14:52 / 9 anos atrás

Hamilton quer repetir 2007 no Canadá; Kubica não

Por Alan Baldwin

LONDRES (Reuters) - O líder da atual temporada da Fórmula 1, Lewis Hamilton, deseja que o Grande Prêmio do Canadá do próximo domingo seja uma repetição da corrida do ano passado. Mas Robert Kubica espera ver um cenário totalmente diferente.

Os dois pilotos deixaram sua marca na edição de 2007 do evento -- a McLaren deu a Hamilton sua primeira vitória em um Grande Prêmio, enquanto Kubica, com seu BMW Sauber, sofreu o pior acidente de sua vida.

Ambos regressam ao circuito Gilles Villeneuve neste fim de semana, com Hamilton, de 23 anos, liderando a disputa pelo título mundial depois da vitória do mês passado em Mônaco, mas com apenas seis pontos de vantagem para o quarto colocado, Kubica.

Entre os dois, figura a dupla da Ferrari. Kimi Raikkonen, atual campeão, aparece três pontos atrás do britânico e um ponto à frente do brasileiro Felipe Massa, seu companheiro de equipe.

Hamilton encontra-se em um bom momento, e Montreal, como Mônaco, representa uma pista especial para o piloto, que retorna para lá ainda mais badalado do que o jovem estreante de um ano atrás.

"No ano passado, o Canadá representou uma das maiores conquistas da minha vida. Conseguir minha primeira pole e minha primeira vitória na Fórmula 1 foi algo incrível", afirmou Hamilton. "Seria maravilhoso voltar lá a fazer o mesmo mais uma vez."

"Desde então, eu amadureci muito. Acho que fiquei mais forte como piloto e me aproximei mais da equipe." Hamilton, por enquanto, não deixou em branco a promessa de ser um grande piloto, tendo, desde sua estréia na categoria, conquistado seis vitórias, 16 pódios e sete pole positions nas 23 provas de que participou.

Kubica também ficou mais forte, conquistando dois segundos lugares e um terceiro neste ano, bem como a primeira pole position da BMW Sauber.

A equipe dele, pela primeira vez neste ano, fez da vitória sua prioridade e, apesar de a Ferrari e a McLaren continuarem a serem as favoritas, o Canadá poderia ser o palco ideal para que o piloto consiga um feito histórico.

"Montreal é uma das minhas pistas preferidas", afirmou o polonês, que escapou ileso de um acidente que seria provavelmente fatal uma década antes. "Eu gosto da pista porque há vários pontos de freada brusca e várias retomadas de velocidade."

Hamilton terá também de ficar de olho em seu companheiro de equipe, o finlandês Heikki Kovalainen, que ainda busca sua primeira vitória depois de ter sofrido uma maré de azar.

"As últimas corridas foram bastante complicadas, por um motivo ou por outro. Mas sempre soubemos que o carro é rápido e agora quero ter a chance de provar isso", afirmou Kovalainen.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below