China vai submeter pacotes olímpicos a raios X

terça-feira, 6 de maio de 2008 10:34 BRT
 

PEQUIM (Reuters) - Todas os pacotes destinados a atletas olímpicos, alojamentos e instalações desportivas serão examinados com raios X, disse um jornal chinês na terça-feira. A medida é parte do esquema de segurança que está sendo implantado nos três meses que faltam para a Olimpíada de Pequim.

"Podemos ver se alguns artigos suspeitos estão no pacote por meio do escaneamento", disse um funcionário dos correios, citado pelo Beijing News. "Se explosivos, substâncias bioquímicas e outras coisas suspeitas forem achadas, vamos informar logo à polícia."

A China, cujo regime comunista valoriza a estabilidade acima de tudo, está atenta a qualquer coisa ou pessoa que possa afetar os Jogos -- sejam moradores indignados com a demolição de suas casas para dar lugar a arenas esportivas, ou então membros de minorias étnicas chinesas.

Além disso, o governo começou a restringir a emissão de vistos, o que irritou grupos empresariais.

Qin Gang, porta-voz da chancelaria, defendeu novamente na terça-feira a política de vistos, dizendo que as restrições são uma questão de segurança nacional.

"Esta política estará em vigor por um certo período. Mas uma política que não vai mudar é a de ter rígido controle sobre os vistos, o que pode garantir a segurança do país e [...] a segurança dos estrangeiros na China," acrescentou.

No mês passado, o diretor da Interpol (polícia internacional) alertou para uma "real possibilidade" de atentados terroristas durante os Jogos. Também há preocupação com a ação de grupos anti-China, especialmente por causa da repressão de março aos distúrbios no Tibet.

Pequim também reviu as regras para a praça Tiananmen (Paz Celestial), coração simbólico da cidade, o local onde em 1989 o Exército reprimiu com violência as manifestações por democracia. A vigilância no local habitualmente já é bastante severa.

(Reportagem de Ben Blanchard e Redação de Pequim)