Equipe de revezamento dos EUA perde ouro em Sydney por doping

sábado, 2 de agosto de 2008 13:27 BRT
 

Por Karolos Grohmann

PEQUIM (Reuters) - A equipe de revezamento 4x400 metros dos Estados Unidos, que ganhou o ouro nos Jogos de Sydney, em 2000, terá de devolver a medalha depois que Antonio Pettigrew admitiu ter usado doping, informou neste sábado o Comitê Olímpico Internacional (COI).

Esta é a sexta medalha conquistada na Olimpíada de Sydney que os norte-americanos perdem devido ao doping nos últimos oito meses. A velocista Marion Jones teve de devolver suas cinco medalhas após ter confessado no ano passado que competiu com a ajuda de doping.

A nova distribuição das medalhas não foi discutida na reunião executiva do COI em Pequim, disse aos repórteres Giselle Davies, diretora de comunicação da entidade.

"Foi decidido que a equipe completa do revezamento americano seria desclassificada dos Jogos de Sydney", afirmou Davies.

Ela disse ainda que a redistribuição das medalhas, incluindo as de Jones, seria decidida após a conclusão da investigação que está sendo feita sobre o laboratório Balco, sediado em São Francisco (EUA), responsável por fornecer drogas aos atletas de ponta.

"Isso é uma parte de um trabalho muito maior no caso Balco", declarou Davies, acrescentando que questões, como a redistribuição das medalhas, que nascessem da investigação do Balco seriam resolvidas como um grande caso e não de forma individual.

O quarteto nigeriano terminou a prova de revezamento em segundo lugar em Sydney, com Jamaica em terceiro e Bahamas em quarto.

Ex-campeão mundial dos 400 m rasos, Pettigrew, agora aposentado, admitiu em maio, durante o julgamento do ex-técnico Trevor Graham, que havia usado drogas para melhorar sua performance durante cerca de seis anos.   Continuação...