Vitória de Blake dá vantagem de 2 x 0 para EUA na final da Davis

sábado, 1 de dezembro de 2007 12:45 BRST
 

Por Mark Lamport-Stokes

PORTLAND (Reuters) - James Blake deu aos Estados Unidos uma ampla vantagem de 2 x 0 com uma trabalhosa vitória por 6-3, 7-6, 6-7 e 7-6 sobre o russo Mikhail Youzhny no segundo jogo de simples da final da Copa Davis, que foi disputado na sexta-feira.

O número um dos EUA Andy Roddick havia superado com facilidade Dmitry Tursunov por 6-4, 6-4 e 6-2 na abertura da disputa de três dias que está sendo disputada no Memorial Coliseum.

Blake, que havia perdido para Youzhny no único jogo que haviam disputado, válido pelas semifinais do ano passado, conseguiu segurar a reação de seu oponente em uma disputa que flutuou bastante, e durou cerca de três horas e meia.

O norte-americano, número 13 do mundo, não conseguiu confirmar seu saque para vencer o jogo quando liderava o quarto set por 5-4, mas controlou seus nervos e fechou o tiebreak em 7-3 quando Youxhny, número 19 do mundo, jogou um forehand na rede.

"Ele jogou muito bem e ele tem muito mais experiência que eu em situações como esta," disse um Blake em júbilo, na entrevista que concedeu para a televisão ainda na quadra.

"Passar por isso é um grande momento para mim e para o time. Este é definitivamente o meu melhor desempenho. E jogar em casa faz tudo ficar mais divertido."

A vitória de Blake coloca os Estados Unidos à beira do 32o. título da Copa Davis, o que seria um recorde, com a forte dupla formada pelos irmãos Bryan, Bob e Mike, que enfrentarão Nikolay Davydenko e Igor Andreev na partida de duplas neste sábado.

Os Bryans, que já conquistaram cinco títulos de grand slam juntos, perderam apenas um jogo de duplas em 13 partidas disputadas pela Copa Davis.