May 13, 2014 / 8:54 PM / 3 years ago

Gilardino fica fora de convocação prévia da Itália; Cassano entra na lista

4 Min, DE LEITURA

TURIM (Reuters) - Os atacantes Alberto Gilardino e Luca Toni ficaram de fora dos 30 nomes convocados provisoriamente pela Itália para a Copa do Mundo, enquanto Giuseppe Rossi e o controverso Antonio Cassano foram incluídos na convocação desta terça-feira.

O técnico Cesare Prandelli convocou também Giorgio Chiellini, uma decisão que deve levantar controvérsias, já que o anúncio ocorre um dia depois de o zagueiro, peça-chave na defesa italiana, ter sido suspenso por três partidas por ter dado uma cotovelada num adversário.

Rossi, afastado dos gramados por cerca de dois anos com um rompimento dos ligamentos do joelho direito, fez um impressionante retorno na atual temporada, até sofrer outra contusão, menos grave, no mesmo joelho em janeiro.

Ele acaba de retornar pela segunda vez, marcando um gol na partida contra o Sassuolo, há uma semana, e dando assistência para outro contra o Livorno, no último domingo, ambas partidas pelo Campeonato Italiano.

Quando em forma, o atacante da Fiorentina é tido como um dos melhores jogadores italianos e uma alternativa útil ao instável Mario Balotelli para liderar o ataque.

O atacante do Parma Cassano, cuja carreira tem sido marcada por desentendimentos e brigas, ainda não jogou pela Itália desde que liderou o ataque na Euro-2012, ao lado de Balotelli, mas ganhou nova chance após marcar 12 gols e mostrar desempenhos impressionantes na atual temporada por seu clube.

Cassano disse recentemente ter perdido 10 quilos apostando de que iria ao Mundial.

Gillardino, que jogou nas Copas de 2006 e 2010, marcou 15 gols pelo Gênova nessa temporada, mas isso não foi o bastante para Prandelli.

Toni, que completa 37 anos este mês, tinha esperança de conseguir um lugar na seleção após marcar 20 gols pelo Verona, mas acabou de fora, assim como Francesco Totti, da Roma, também já com 37 anos.

O meia Emanuele Giaccherini, titular na Copa das Confederações do ano passado, foi outro que não conseguiu entrar na lista.

Prandelli implantou um rígido código de ética desde que assumiu a seleção em 2010, e tem dispensado jogadores que demonstrem comportamento violento em jogos de clube.

Em abril, ele mandou um aviso de que qualquer deslize poderia custar a vaga na Copa do Mundo.

No entanto, ele confirmou Chiellini no elenco nesta terça, apesar de o jogador da Juventus ter sido suspenso por três jogos por uma cotovelada em Miralem Pjanic, da Roma, no último domingo.

Veja a lista de convocados:

Goleiros: Gianluigi Buffon (Juventus), Salvatore Sirigu (Paris St Germain), Mattia Perin (Gênova)

Defensores: Andrea Barzagli (Juventus), Leonardo Bonucci (Juventus), Giorgio Chiellini (Juventus), Gabriel Paletta (Parma), Andrea Ranocchia (Inter), Ignazio Abate (Milan), Mattia De Sciglio (Milan), Christian Maggio (Nápoli), Matteo Darmian (Torino), Manuel Pasqual (Fiorentina)

Meio-campistas: Andrea Pirlo (Juventus), Claudio Marchisio (Juventus), Thiago Motta (Paris St Germain), Marco Verratti (Paris St Germain), Riccardo Montolivo (Milan), Daniele De Rossi (Roma), Antonio Candreva (Lázio), Marco Parolo (Parma), Alberto Aquilani (Fiorentina), Romulo (Verona)

Atacantes: Mario Balotelli (Milan), Antonio Cassano (Parma), Alessio Cerci (Torino), Ciro Immobile (Torino), Giuseppe Rossi (Fiorentina), Mattia Destro (Roma), Lorenzo Insigne (Napoli)

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below