Felipão é investigado em Portugal por suposta sonegação, diz jornal

terça-feira, 13 de maio de 2014 18:26 BRT
 

(Reuters) - O técnico Luiz Felipe Scolari seria alvo de uma investigação em Portugal por supostamente não ter declarado 7 milhões de euros recebidos entre os anos de 2003 e 2008, quando era treinador da seleção portuguesa, informou o jornal Folha de S.Paulo nesta terça-feira.

Segundo o jornal, a investigação contra o treinador da seleção brasileira está presente numa solicitação feita pelo Departamento de Investigação e Ação Penal de Portugal à Justiça norte-americana, e foi revelada pelo site norte-americano OffshoreAlert.com.

Uma reportagem publicada no site, que afirma ser especializado em reportagens sobre fraudes fiscais, diz nesta terça que Felipão está sendo investigado por suposta evasão fiscal e lavagem de dinheiro envolvendo empresas nas Bahamas e em outros países.

Em nota enviada por sua assessoria de imprensa, Felipão negou ter cometido qualquer irregularidade.

"Eu fiz todas as minhas declarações de renda corretamente. Em todos os países que trabalhei sempre declarei os meus rendimentos. Tenho absoluta convicção da correção das minhas declarações. Se há algo errado, não é comigo. Que a Justiça apure todos os fatos", disse o técnico.

Felipão, campeão mundial pela seleção brasileira em 2002 e que vai comandar a equipe na Copa do Mundo em casa que começa em 12 de junho, treinou a seleção de Portugal entre 2003 e 2008.

(Por Pedro Fonseca, no Rio de Janeiro)