Corte sul-africana determina que Pistorius seja submetido a avaliação mental

quarta-feira, 14 de maio de 2014 11:22 BRT
 

PRETÓRIA (Reuters) - Uma corte sul-africana ordenou, nesta quarta-feira, que o atleta olímpico e paralímpico Oscar Pistorius seja submetido a uma avaliação de doença mental - uma medida que pode determinar se ele tinha ou não intenção criminosa ao atirar em sua namorada e matá-la.

A promotoria pediu a avaliação depois de um psiquiatra ter dito à corte na segunda-feira que Pistorius, que está sendo julgado pelo assassinato da modelo Reeva Steenkamp em fevereiro do ano passado, sofre de um transtorno de ansiedade.

O promotor Gerrie Nel argumentou que pretende evitar que o corredor de 27 anos, que pode pegar prisão perpétua, mais tarde entre com uma apelação sob o argumento de que sofre de distúrbios mentais.

O advogado de defesa Barry Roux argumentou contra a moção, dizendo ser prematuro realizar a avaliação antes de Pistorius ser convocado como testemunha.

Mas a juíza Thokozile Masipa determinou que a avaliação mental garantiria que Pistorius tenha um julgamento justo, e acrescentou considerar “estranho" que a defesa se oponha a tal solicitação.

A avaliação deve durar cerca de 30 dias e vai prolongar o julgamento, iniciado em 3 de março.

(Por Siyabong Sishi, Nomatter Ndebele e Ndundu Sithole)