Maradona pede que papa Francisco mude o Vaticano

quarta-feira, 14 de maio de 2014 17:54 BRT
 

ROMA, 14 Mai (Reuters) - O ex-jogador Diego Maradona pediu ao compatriota argentino papa Francisco para continuar com as reformas e transformar o Vaticano de “uma mentira” em uma instituição que ofereça mais às pessoas.

“Ele tem que mudar um estado como o Vaticano para que se aproxime das pessoas”, disse Maradona à TV italiana Piuenne, em um programa que vai ao ar no próxima quinta-feira à noite.

“O Vaticano, para mim, é uma mentira, porque toma em vez de dar às pessoas. Todos os papas fizeram isso e eu não quero que ele faça”, disse Maradona, de acordo com um trecho da filmagem, divulgada pela emissora.

A entrevista foi gravada em Dubai, onde o ex-jogador argentino, capitão na conquista da Copa do Mundo e meia-atacante do Napoli nos anos 1980, trabalha como embaixador do esporte.

“Estou decepcionado com o Vaticano, mas acredito em você porque está fazendo mudanças e nos apontando em direção a coisas mais humanas, coisas que eu gostaria de ver na Igreja”, disse ele ao compatriota.

Referindo-se ao papa como “Francisquito”, Maradona disse: “Francisquito, te digo, quero te encontrar e falar com você e te dizer coisas que você tem que fazer para o mundo. Assim todos nós vamos ter um papa.”

Francisco, primeiro papa não europeu em 1.300 anos, tem declarado querer a Igreja mais próxima dos pobres.

Ele disse aos padres para serem mais humildes e deu exemplo ao renunciar aos espaçosos aposentos papais usados pelo seu predecessor. Francisco também renunciou à limosine papal e transita por Roma em um Ford Focus.

(Reportagem de Philip Pullella)