Uruguai pode ser protagonista em Copa “imprevisível”, diz capitão Lugano

quarta-feira, 14 de maio de 2014 18:37 BRT
 

MONTEVIDÉU, 14 Mai (Reuters) - O capitão da seleção uruguaia, Diego Lugano, disse nesta quarta-feita que a sua equipe tem potencial para ser protagonista de uma Copa do Mundo imprevisível, mas esclareceu que a “celeste” não se encontra entre as favoritas ao título.

Após o primeiro treino junto com os jogadores convocados que já se encontram no Uruguai, Lugano afirmou que os "charrúas" (índios nativos do Uruguai) são respeitados não só por sua história, mas também por seus resultados atuais e a qualidade de seus jogadores.

"A realidade não nos aponta como candidatos, mas claro que temos o potencial de sermos protagonistas, sem dúvidas. Além do mais, temos vontade de vencer, de seguir fazendo coisas importantes”, disse o zagueiro em uma coletiva de imprensa.

O Uruguai chegou ao quarto lugar no Mundial disputado na África do Sul em 2010 e um ano depois conquistou o título da Copa América na Argentina pela décima quinta vez em sua história. A equipe ficou novamente em quarto lugar na Copa das Confederações disputada no Brasil no ano passado.

O técnico Óscar Tabárez divulgou na segunda-feira a lista preliminar de 28 jogadores que podem ir ao Mundial, com um elenco composto pela mesma base de jogadores que atuaram pela seleção há quatro anos.

“O que nos espera no Brasil (é) um caminho no qual nenhuma seleção e nenhum torcedor sabe ao certo com quem se vai deparar”, disse Lugano.

“Imprevisível, em todos os aspectos, imprevisível”, é como o ex-jogador do São Paulo classificou a Copa do Mundo que vai ser disputada no Brasil entre 12 de junho e 13 de julho.

Para o líder da “celeste”, o nível está equilibrado e o que importa é menos o jogo individual do que o trabalho coletivo e o estado emocional e técnico do grupo.

“No lado esportivo está muito equilibrado, não me lembro de ver um Mundial com tantas seleções boas, tantos bons jogadores em nível tão bom comparecendo juntos. Vai ser um tremendo Mundial nesse aspecto”, acrescentou.

O Uruguai, que faz parte de um difícil Grupo D, vai enfrentar a Costa Rica no dia 14 de junho em Fortaleza, e a Inglaterra cinco dias depois em São Paulo. O último jogo da primeira fase será contra a Itália, no dia 24 de junho, em Natal.

(Reportagem de Malena Castaldi)