Manifestações chegam a estádio da abertura da Copa em São Paulo

quinta-feira, 15 de maio de 2014 14:20 BRT
 

Por Nacho Doce

SÃO PAULO (Reuters) - Manifestantes atearam fogo a pneus perto do estádio em São Paulo que vai receber a partida de abertura da Copa do Mundo em menos de um mês e bloquearam nesta quinta-feira vias de grande movimentação da capital paulista, como parte de protestos contra o Mundial e por melhores serviços públicos previstos para diversas cidades do país.

Integrantes do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) marcharam para a Arena Corinthians a partir de um acampamento montado em um terreno ocupado a poucos quilômetros do estádio.

A polícia formou um cordão de isolamento no entorno da arena para impedir o avanço dos manifestantes, que montaram uma barricada com pneus em chamas numa rua de acesso ao estádio. De acordo com o MTST, cerca de 1.500 pessoas participaram da manifestação.

A Arena Corinthians será o palco da partida de abertura do Mundial entre Brasil e Croácia, em 12 de junho.

No início do dia, outro grupo de manifestantes também utilizou pneus queimados para bloquear a rodovia Anhanguera, na altura do limite entre São Paulo e Osasco, no sentido à capital paulista. A via foi liberada depois, mas o protesto provocou enorme congestionamento na região.

As manifestações em São Paulo ocorrem num dia em que grupos contrários à realização da Copa do Mundo no Brasil e que defendem melhores serviços públicos prometeram realizar protestos em diferentes cidades do país e até no exterior.

Em alusão ao Mundial, o MTST divulgou um manifesto com o nome "Copa sem povo, tô na rua de novo!", em que reivindica mais recursos para transporte, saúde e educação, demandas que também motivaram os protestos de junho do ano passado em que milhares de pessoas foram às ruas de diversas cidades do país.

Os protestos contra a realização da Copa do Mundo se somaram aos atrasos nas obras de estádios e infraestrutura entre os problemas do Brasil na organização do Mundial. Durante a Copa das Confederações do ano passado, torneio preparatório para o Mundial, houve confrontos entre manifestantes e a polícia nos arredores de arenas, inclusive deixando torcedores no meio da confusão.   Continuação...

 
Manifestantes protestam em frente ao estádio da Copa do Mundo em São Paulo. 15/05/2014  REUTERS/Nacho Doce