Expectativa do número de turistas sobe às vésperas do Mundial

sexta-feira, 16 de maio de 2014 13:21 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - O número de turistas estrangeiros para a Copa do Mundo vai superar as expectativas do governo e já há mais de 500 mil pessoas de outros países com ingressos para o Mundial no Brasil, afirmou nesta sexta-feira o secretário-executivo do Ministério do Esporte, Luis Fernandes.

A Embratur previa inicialmente que o Brasil receberia cerca de 600 mil turistas estrangeiros para o Mundial, mas uma atualização desses números realizada pelo governo mostra que a marca será superada.

Dos 600 mil turistas esperados à princípio para a Copa, apenas metade teria ingresso para um ou mais jogos, segundo o governo. Agora, de acordo com os novos cálculos, o total de estrangeiros com bilhetes para o Mundial já supera 500 mil.

“A novidade é que mais de 500 mil já vêm com ingressos. Isso é uma prova da aceitação e do sucesso da Copa do Mundo”, afirmou o secretário-executivo do Ministério do Esporte. “Será um número significativamente maior que o estimado antes pela Embratur”, acrescentou.

A esse grupo de turistas com ingressos somam-se os acompanhantes e muitas pessoas que vêm para o país da Copa sem bilhetes. A maioria dos estrangeiros é de norte-americanos, seguidos de argentinos.

O monitoramento do governo federal aponta que boa parte desses turistas ficará no Rio de Janeiro ou usará a cidade como base para assistir a jogos em outras sedes. De acordo com o governo, ao menos um terço dos turistas estrangeiros passará pelo Rio de Janeiro e um sexto ficará hospedado na cidade.

Diante do grande número de visitantes, as atenções dos organizadores da Copa na cidade estão voltadas para o aeroporto internacional do Rio. O terminal está com obras atrasadas e parte não ficará pronta a tempo para o Mundial.

“Ainda assim achamos que a situação é de tranquilidade... o que poderia haver era uma qualidade maior do serviço”, disse Fernandes. “O Rio de Janeiro, pela experiência e tradição em grandes eventos, talvez seja a cidade mais bem preparada das 12 sedes”.

(Por Rodrigo Viga Gaier)