Brasil é favorito na Copa do Mundo, dizem analistas financeiros

sexta-feira, 16 de maio de 2014 13:22 BRT
 

Por Silvio Cascione

BRASÍLIA (Reuters) - O Brasil é franco favorito ao hexacampeonato, confirmando seu status de superpotência do futebol, de acordo com pesquisa global com mais de 120 analistas de mercado fanáticos por futebol consultados pela Reuters.

O Brasil é a melhor aposta para mais de metade dos analistas, bem à frente da Alemanha e da rival Argentina.

"O Brasil é o grande favorito. Será muito difícil para o Brasil perder lá", disse o estrategista do CIBC em Toronto, John Welch. "Mas por causa do Felipão, eles não vão vencer por 3 ou 4 gols todas as vezes como fizeram em 1950 até a final."

Profissionais do mercado que participam regularmente em pesquisas da Reuters em todo o mundo foram convidados a demonstrar suas habilidades em assuntos esportivos. A maioria das respostas veio da Europa e da América do Sul, em linha com a maior presença de ambas as regiões no torneio.

A preferência do mercado, porém, não deve ser motivo de muito entusiasmo no Brasil, de acordo com as pesquisas da Reuters sobre outras Copas do Mundo.

Embora a maioria tenha acertado ao prever o triunfo da Espanha na Copa de 2010 na África do Sul, economistas fracassaram em 2006, quando a Itália foi tetra e os analistas esperavam o título da Argentina.

Mesmo com modelos estatísticos sofisticados para prever os resultados da Copa do Mundo, muitos foram superados pelo polvo Paul, um molusco que escolheu o vencedor correto em 12 de 14 partidas na última Copa.

Em todo caso, o consenso em torno do Brasil neste ano é prova da boa impressão deixada pelo time de Neymar no ano passado, quando derrotou a temida Espanha por 3 a 0 e venceu a Copa das Confederações após campanha invicta.   Continuação...