May 17, 2014 / 3:27 PM / in 3 years

Phelps consegue primeira vitória na volta às piscinas

3 Min, DE LEITURA

(Reuters) - Michael Phelps voltou em grande estilo às águas com o lugar mais alto no pódio da etapa de Charlotte do Grand Prix de natação dos Estados Unidos na sexta-feira.

Competindo pela segunda vez após se aposentar ao fim dos Jogos Olímpicos de Londres em 2012, Phelps nadou nos mais variados estilos e provas.

Nos testes pela manhã, ele testou seu fôlego nos 200 metros livre e nos 100 metros borboleta, e nas finais pela noite pôs todo seu arranque e velocidade na piscina para vencer a final dos 100 metros borboleta.

Phelps chegou a se classificar para a final dos 200 metros livre, mas não nadou a prova derradeira porque conseguiu seu objetivo de se classificar para a final do Campeonato Norte-Americano de Natação neste ano, que também servirá de seletiva para o Mundial da Rússia em 2015.

Seu tempo nos 200 metros livre foi de um minuto e 51.69 segundos muito abaixo do seu melhor, mas ainda assim dois segundos suficientes para a classificação para a seletiva.

Tanto Phelps como seu técnico de longa data Bob Bowman se diziam modestos a respeito do futuro da dupla, mas agora Bowman parece satisfeito com o que viu.

"O desempenho de Michael nos 200 metros livre foi, na verdade, muito bom para quem está há anos sem competir", disse o treinador.

"Nós temos uma verdadeira noção de onde ele se encontra atualmente. Acho que agora ele pode, definitivamente, melhorar."

Phelps não deve nadar com frequência as desgastantes provas de 200 metros livre, mas será necessário vez ou outra se ele quiser um lugar no revezamento 4x200m.

"Eu acho que tecnicamente ele foi muito bem", disse Bowman. "Michael foi muito melhor na competição do que nos treinamentos até aqui. Sua braçada está melhorando e ele só tem a ficar cada vez melhor daqui em diante."

A disputa dos 100m borboleta é uma das duas provas individuais que Phelps venceu em três edições consecutivas de Jogos Olímpicos. E, caso se classifique neste estilo para a Olimpíada do Rio de Janeiro em 2016, ele estará automaticamente na equipe norte-americana do revezamento medley, que nunca foi superada em Olimpíadas.

Superado por seu grande rival Ryan Lochte nos 100m borboleta em Phoenix no último mês, desta vez o dono de 22 medalhas olímpicas levou a melhor.

Lochte não disputou a prova em Charlotte graças a uma lesão no joelho e viu das arquibancadas a vitória tranquila de Phelps. Os 52.13 segundos de Phelps estiveram abaixo de sua marca em Phoenix, mas ainda assim foram suficientes para garantir a ele a primeira vitória após a volta da aposentadoria.

Trata-se de um ameaçador recado a seus adversários: Phelps está de volta às piscinas e quer de novo os velhos tempos.

reportagem de Julian Linden

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below