Adidas vê impulso em vendas com Copa do Mundo

quinta-feira, 22 de maio de 2014 14:04 BRT
 

MUNIQUE (Reuters) - A Adidas, companhia alemã de artigos esportivos, deu uma meta mais precisa para crescimento das vendas em 2014, de uma alta de até 8 por cento, à medida que recebe um impulso com a Copa do Mundo no Brasil, que começa no mês que vem.

Como uma patrocinadora da Copa, a Adidas fornece a bola oficial da partida e está equipando nove seleções das 32 finalistas, incluindo a atual campeã mundial Espanha e as ex-campeãs Alemanha e Argentina.

"Neste ano acrescentaremos entre 1 bilhão a 1,2 bilhão de euros (1,4 bilhão a 1,6 bilhão de dólares) à receita operacional, com a Copa do Mundo desempenhando um papel importante", disse o presidente-executivo Herbert Hairner para jornalistas em uma coletiva em Munique, em comentários liberados para publicação nesta quinta-feira.

Esse aumento representa uma alta de 7 a 8 por cento ante os 14,492 bilhões de euros em vendas contabilizados pela Adidas em 2013. Anteriormente, a Adidas dera uma orientação para um aumento "de um digito alto" nas vendas com impacto cambial neutro em 2014.

A segunda maior empresa de artigos esportivos do mundo vem perdendo participação de mercado na Europa ocidental, seu território doméstico, para a Nike, que também está desafiando o domínio da companhia alemã no mercado do futebol.

A Nike é a fornecedora para seleções de 10 países, incluindo a seleção brasileira, na Copa do Mundo.

Hainer confirmou que a Adidas espera fazer um recorde de 2 bilhões de euros de vendas em futebol este ano, ultrapassando os 2 bilhões de dólares de vendas em futebol estimados pela Nike.

A Adidas está investido uma "soma de dois dígitos na casa dos milhões" em publicidade ligada à Copa do Mundo com um foco particular em mídia social, disse Hainer, com planos para uma sala de mídia no Brasil para entregar e filtrar conteúdo das seleções e jogadores patrocinados.

(Por Jörn Poltz)