Klinsmann elogia reação de Donovan e deixa porta aberta

sexta-feira, 23 de maio de 2014 18:07 BRT
 

(Reuters) - O técnico da seleção dos Estados Unidos, Juergen Klinsmann, elogiou Lando Donovan nesta sexta-feira pela postura “profissional” com a qual encarou o corte da equipe que vai disputar a Copa do Mundo, e disse que as portas estão abertas para ele caso algum atacante se machuque.

Mas o alemão deu poucas pistas sobre quais motivos o levaram a tomar a decisão polêmica, anunciada na quinta-feira, de cortar Donovan, o maior artilheiro de todos os tempos dos EUA, dizendo apenas que outros atacantes tinham conseguido ganhar a vaga do californiano.

“Ele disse que não entende muito bem, ele acha que deveria estar entre os 23 que serão levados. Eu quero que o jogador se posicione e diga isso”, disse Klinsmann em entrevista coletiva em Palo Alto, na Califórnia.

“Eu tentei argumentar algumas razões, são questões técnicas... não vou entrar nesses detalhes agora. Eu disse a ele que esperava por seu entendimento, e que ele continue do nosso lado, e que se algo acontecer amanhã eu possa ligar para ele e ele estará de volta no ato", acrescentou.

“Ele me garantiu que está ao nosso dispor 24 horas, 7 dias da semana, quando a ligação chegar ele estará pronto para se apresentar, mas óbvio que ele também expressou sua decepção. Mas também de uma maneira muito profissional –- eu admiro muito isso.”

Klinsmann depois disse à TV ESPN que Donovan é sua primeira opção caso algum atacante da seleção dos EUA sofra alguma lesão.

Os EUA enfrentam Gana, Portugal e Alemanha em um duro Grupo G na Copa do Mundo do Brasil.

(Reportagem  de Simon Evans, em Miami)