May 23, 2014 / 10:29 PM / in 3 years

Ronaldo admite que vai secar Klose "de leve" por recorde de gols

3 Min, DE LEITURA

SÃO PAULO (Reuters) - Maior artilheiro da história das Copas do Mundo, com 15 gols, o ex-atacante brasileiro Ronaldo admitiu nesta sexta-feira que vai secar "de leve" o alemão Miroslav Klove, que está a um gol de seu recorde e vai disputar a Copa do Mundo no Brasil.

"De leve. Não vou fazer um grande esforço. O que eu fiz está na história e ninguém tira. Se ele for capaz de fazer mais gols do que eu, é mérito dele", disse Ronaldo em entrevista à Reuters em São Paulo.

"Não vou secar muito, vou acompanhar, curtir a Copa do Mundo sem pensar nisso. Não tenho nenhuma pretensão de que esse recorde fique para o resto da vida", acrescentou.

Klose, de 35 anos, reconheceu que o recorde de gols em Mundiais é a sua grande motivação para entrar em forma e disputar o Mundial, que começa em 12 de junho.

A caminho de sua quarta Copa do Mundo, Klose marcou 14 gols em suas participações anteriores e está empatado com o compatriota alemão Gerd Mueller na lista dos maiores artilheiros de todos os tempos, com um gol a menos que Ronaldo.

"Aqueles que me conhecem sabem que esse é um objetivo que eu tenho", disse Klose em entrevista coletiva nesta sexta no norte da Itália, onde a seleção da Alemanha está se preparando para a Copa.

Ronaldo participou de quatro Mundiais, sendo que no primeiro deles, em 1994, não entrou em campo durante a campanha vitoriosa do Brasil. O ex-jogador, que se aposentou em 2011, marcou seus 15 gols nas Copas de 1998, 2002, quando foi artilheiro e campeão, e em 2006.

"Não tenho a menor dúvida (que o objetivo de Klose é superar sua marca)", disse o ex-atacante brasileiro ao ficar sabendo da declaração do alemão.

Ronaldo, eleito três vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa, aponta a Alemanha, além de Espanha e Argentina, como principais rivais do Brasil em busca do título mundial, e disse que quer assistir a partidas do time alemão.

Para o ex-atacante, a seleção brasileira é a principal favorita e o primeiro jogo, contra a Croácia, em São Paulo, é importante para a sequência do torneio, considerando que somente seis dos 23 convocados pelo técnico Luiz Felipe Scolari já disputaram um Mundial.

"Os jogadores sabem da pressão e da cobrança que vão ter. Para a maioria é a primeira Copa do Mundo, eles vão sentir isso. O primeiro jogo é muito importante para sentir como eles vão se desenvolver durante a competição", disse ele, acrescentando que "o apoio da torcida vai ser fundamental".

Ronaldo elogiou Felipão, comandante do time campeão em 2002, e destacou a importância dele para a equipe.

"É um cara que tem experiência, conheço o método dele, é um cara que conquista os jogadores, realmente transforma o grupo numa grande família e acho que o Felipão vai chegar com o grupo na mão", declarou.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below