Centro de treinamento da Alemanha não parece um hospital, diz técnico Loew

segunda-feira, 26 de maio de 2014 12:29 BRT
 

STTIN Itália (Reuters) - O técnico da seleção da Alemanha, Joachim Loew, rejeitou nesta segunda-feira as insinuações de que o centro de treinamento da equipe antes da Copa do Mundo se pareça com um hospital, por causa do grande número de jogadores com lesões, incluindo o capitão Philipp Lahm e Bastian Schweinsteiger. Ele afirmou que os jogadores estarão recuperados "dentro de dias".

Lahm e o goleiro Manuel Neuer estão se recuperando de lesões e ainda têm de começar a treinar, enquanto o craque Schweinsteiger e o zagueiro Marcel Schmelzer treinam sozinhos no centro de treinamento no norte da Itália.

O meia Sami Khedira voltou recentemente à ação depois de seis meses fora dos campos devido a lesões.

"(Quando você) vê as reportagens poderia pensar que aqui estamos em um hospital, mas não é o caso", disse ele a jornalistas em sua primeira entrevista coletiva desde a chegada da equipe na semana passada aos Alpes italianos para um treinamento de 10 dias.

"Os jogadores estão trabalhando muito bem e no momento estou muito satisfeito. Alguns ainda estão lesionados e não podem treinar plenamente com a equipe, mas todos eles estão treinando individualmente e estou muito confiante de que vai dar certo."

A Alemanha enfrenta Gana, Portugal e Estados Unidos no Grupo G, e está ansiosa para acabar com um jejum de 18 anos sem títulos. Loew disse que tudo estaria pronto para a Copa no Brasil no próximo mês.

O técnico disse que jogadores como Lahm, Schweinsteiger e Neuer não serão muito afetados por perder alguns dias de treino.

"Consideramos que todos eles vão estar totalmente recuperados dentro de dias", disse o técnico de 54 anos enquanto tomava um café expresso.

"É nisso que eles estão trabalhando. De acordo com o nosso departamento médico, todas essas lesões são de curto prazo e não vejo nenhum problema."

(Reportagem de Karolos Grohmann)

 
Técnico da seleção da Alemanha, Joachim Loew, durante coletiva de imprensa em St. Martin, no norte da Itália.  Loew, rejeitou nesta segunda-feira as insinuações de que o centro de treinamento da equipe antes da Copa do Mundo se pareça com um hospital, por causa do grande número de jogadores com lesões, incluindo o capitão Philipp Lahm e Bastian Schweinsteiger. 26/05/2014. REUTERS/Ina Fassbender