Lukaku marca três vezes em goleada da Bélgica sobre Luxemburgo

segunda-feira, 26 de maio de 2014 19:40 BRT
 

GENK Bélgica (Reuters) - A Bélgica ganhou pela primeira vez em cinco jogos nesta segunda-feira com três gols de Romelu Lukaku, que asseguraram a vitória por 5 x 1 em amistoso contra uma seleção de Luxemburgo que está 100 posições abaixo dos belgas no ranking da Fifa.

Três semanas antes de estrear na Copa do Mundo no Brasil, a Bélgica mostrou seu jogo de passes precisos que levou muitos a apontarem a equipe como um dos prováveis destaques do Mundial. O time também promoveu as estreias de três jogadores, entre eles o do meia-atacante do Manchester United Adnan Januzaj, de 19 anos.

No entanto, os problemas defensivos, que permitiram que Luxemburgo chegasse a empatar a partida, vai encorajar as rivais de primeira fase Argélia, Rússia e Coreia do Sul na busca por surpreender os favoritos do Grupo H.

"Sou um pouco perfeccionista, mas foi o primeiro jogo em três semanas. Não fiquei muito feliz com nossa organização no primeiro tempo", disse o técnico da Bélgica, Marc Wilmots.

"Tivemos uma reação no segundo tempo. Talvez tenhamos sido um pouco displicentes. Mas ainda temos três semanas pela frente."

Uma série de lesões de goleiros e a ausência do titular da posição, Thibaut Courtois, que se recupera da final da Liga dos Campeões que disputou pelo Atlético de Madri, representaram a primeira partida pela seleção de Sammy Bossut, um dos três convocados que ainda jogam no futebol belga.

Fora isso, a Bélgica, que disputa seu primeiro Mundial desde 2002, iniciou a partida com uma escalação que pode muito bem ser a mesma da estreia na Copa contra a Argélia, em 17 de junho.

A seleção belga viaja para Estocolmo na terça-feira para um período de treinamento, que culminará com um amistoso contra a Suécia no domingo, no qual Wilmots disse que vai tentar simular o que vai acontecer na Copa, usando menos substituições.

Após alguns dias no litoral belga, a seleção do país fará um amistoso contra a Tunísia, em Bruxelas, antes de embarcar para São Paulo, no dia 10 de junho e fará uma partida a portas fechadas contra os Estados Unidos dois dias depois.

(Reportagem de Philip Blenkinso)