Prandelli renova contrato e não dá pistas sobre seleção final da Itália

segunda-feira, 26 de maio de 2014 20:12 BRT
 

(Reuters) - Cesare Prandelli confirmou nesta segunda-feira que vai continuar como técnico da Itália até 2016, ao mesmo tempo em que não deu nenhuma pista sobre o elenco final de 23 homens escolhidos por ele para ir à Copa do Mundo, no próximo mês.

Prandelli, cujo contrato expirava após o Mundial, também anunciou que não haverá restrições quanto ao uso de redes sociais por seus jogadores durante o torneio no Brasil.

A mídia italiana noticiou com destaque há dois meses que Prandelli, que entrou na seleção logo após a Copa de 2010, estava prestes a estender o contrato, embora ele tenha assinado os papéis somente nesta segunda.

“Não vamos entrar em mais nenhum detalhe, nosso objetivo imediato é importante demais”, disse ele a jornalistas no campo de treinamento da equipe em Florença. “Vamos começar a falar sobre projetos e programações em setembro.”

O técnico de 56 anos restabeleceu a confiança italiana e melhorou muito a imagem da equipe durante seus quatro anos no comando, processo no qual levou o time à final da Euro 2012.

Prandelli disse que só decidirá quais sete jogadores cortar dos 30 pré-convocados depois do amistoso de sábado contra a Irlanda, em Londres.

“Tivemos uma boa semana de trabalho e todos responderam de forma brilhante”, disse ele aos jornalistas, referindo-se ao treino físico da semana passada.

“Ainda tenho que esperar para ver como os jogadores reagem à carga de trabalho que estamos colocando sobre eles. Temos que aprender a superar certos obstáculos não apenas em nível físico, mas também do ponto de vista psicológico”, acrescentou.

Um dos maiores dilemas de Pandelli é o ataque, onde ele deve decidir se há espaço para os atacantes Giuseppe Rossi, que foi assolado por lesões no joelho e retornou em plena forma somente este mês, e o imprevisível Antonio Cassano.   Continuação...