Espanha não é "rígida como os talibans", diz Del Bosque

segunda-feira, 9 de junho de 2014 12:01 BRT
 

Por Tim Hanlon

BARCELONA (Reuters) - A campeã mundial Espanha não é "rígida como os talibans" e é capaz de variar sua característica posse de bola se necessário, disse o técnico da seleção, Vicente del Bosque.

A Espanha inicia sua campanha para manter o troféu na sexta-feira diante da Holanda, sua rival na final de quatro anos atrás na África do Sul, quando os holandeses usaram o vigor físico para tentar abalar os espanhóis.

Agora a Holanda tem em Louis van Gaal um técnico que espera manter a tradição holandesa do "futebol total", mas que também admitiu que irá procurar reforçar a defesa contra a Espanha, com cinco homens na zaga na partida do Grupo B em Salvador.

“Não somos talibans, com um só jeito de jogar”, afirmou Del Bosque ao jornal esportivo Marca.

“A posse de bola sem profundidade não faz sentido. Por essa razão, estamos trabalhando para que o time possa fazer pressa para recuperar a posse e depois atacar em grupo”, disse.

“... o futebol é jogado de muitas maneiras diferentes, não há só uma. Não temos uma fórmula mágica, temos um plano baseado nos jogadores que temos disponíveis. Isso não significa que não haja outras igualmente boas que dão resultado.”

Del Bosque está preparado caso os outros adversários do grupo, que inclui Chile e Austrália, optarem por ficarem na retranca.

“Está ótimo se ficarem. É melhor para nós ser pacientes e buscar as aberturas contra times defensivos, em vez de jogar partidas intensas e fora de controle”, disse.   Continuação...

 
Técnico da Espanha, Vicente del Bosque, durante sessão de treinos em Washington.  5/06/2014. REUTERS/Jonathan Ernst