Lista de machucados na Copa é frustrante, mas previsível

quarta-feira, 11 de junho de 2014 20:47 BRT
 

Por Brian Homewood

BRASÍLIA (Reuters) - Praticamente não se passou um dia na preparação para a Copa do Mundo no Brasil sem que um jogador visse seu sonho de disputar o Mundial destruído por uma lesão, e a crescente lista de machucados é ao mesmo previsível e frustrante.

Jogadores como o atacante colombiano Radamel Falcao, o meio-campista alemão Marco Reus e o meia-atacante francês Franck Ribéry ficarão fora do Mundial, enquanto outros, como o atacante uruguaio Luis Suárez e o meia chileno Arturo Vidal, correm contra o tempo para estarem em forma.

Experiências passadas sugerem que grandes jogadores que ainda estão aptos a jogar quando a competição começar podem não conseguir produzir seu melhor, por causa das temporadas exaustivas em seus clubes.

"Não é surpreendente que muitos dos grandes futebolistas estejam ou machucados ou fora de forma para a próxima Copa do Mundo", disse Vincent Gouttebarge, médico-chefe do sindicato mundial de jogadores, o FIFPro, à Reuters.

"Os principais jogadores foram expostos durante toda a temporada a uma alta carga de trabalho por causa do treinamento e da competição, enquanto os períodos de descanso são escassos durante uma temporada de futebol."

Em 2002, uma pesquisa liderada pelo ex-médico da seleção sueca Jan Ekstrand descobriu uma relação direta entre o número de partidas jogadas às vésperas da Copa do Mundo e a performance e lesões dos jogadores.

Ekstrand disse que a Uefa e a Fifa foram informadas das conclusões.

"Tanto a Fifa quanto a Uefa estão muito preocupadas com a saúde dos jogadores, e em ouvir cada vez mais as equipes médicas", disse ele à Reuters.   Continuação...