June 12, 2014 / 10:54 PM / 3 years ago

Com dois gols de Neymar, Brasil bate Croácia de virada por 3 x 1 em estreia na Copa

5 Min, DE LEITURA

Neymar comemora gol marcado contra a Croácia na abertura da Copa. 12/06/2014Ivan Alvarado

SÃO PAULO (Reuters) - O atacante Neymar comandou a virada da seleção brasileira sobre a Croácia por 3 x 1, nesta quinta-feira, ao marcar dois gols no jogo de abertura da Copa do Mundo, na Arena Corinthians, em São Paulo.

O meia Oscar, que teve um ótimo desempenho, marcou o terceiro gol brasileiro no fim da partida, em que o Brasil saiu atrás no marcador devido a um gol contra de Marcelo -- o primeiro do Brasil na história dos Mundiais.

A seleção brasileira teve dificuldades no confronto e precisou de um pênalti inexistente em Fred, e cobrado por Neymar, para virar o placar, no segundo tempo. Neymar também marcou o primeiro gol do Brasil na Copa, em um chute de fora da área na etapa inicial.

O camisa 10, maior esperança da seleção na Copa do Mundo em casa, foi o jogador mais acionado pelo time comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, deixando o campo muito aplaudido pelos mais de 60 mil torcedores que estiveram no estádio. Ele ainda foi eleito o melhor jogador da partida.

Para a estreia no Mundial, Felipão repetiu o time que foi campeão da Copa das Confederações, no ano passado, com a vitória por 3 x 0 sobre a Espanha, no Maracanã.

No entanto, a equipe pareceu ter iniciado a partida nervosa. Os croatas deram o primeiro chute a gol, logo a 1 minuto de partida, mas sem perigo. Seis minutos depois, a Croácia assustou o goleiro Julio Cesar com um cabeceio de Ivica Olic, que passou rente à trave.

Aos 11 minutos, saiu o gol da Croácia. Olic avançou rápido pela esquerda, não encontrou a marcação de Daniel Alves, e cruzou para a área. Nikica Jelavic desviou de leve e o lateral-esquerdo Marcelo empurrou a bola contra suas próprias redes, marcando o primeiro gol contra da história brasileira em Mundiais.

Gols De Neymar

O Brasil tentou responder aos 15 minutos, mas os atacantes Fred e Neymar não conseguiram empurrar a bola para o gol após cruzamento de Oscar, que atuava pelo lado direito do campo.

O primeiro chute a gol do Brasil foi só aos 21 minutos, quando Paulinho recebeu passe de Oscar dentro da área e chutou forte, mas em cima do goleiro Stipe Pletikosa, que defendeu.

A melhor jogada brasileira aconteceu logo depois. Neymar avançou pela direita, cruzou para dentro da área, mas a zaga croata desviou. No rebote, Oscar deu um lindo chute de perna esquerda, que o goleiro se esticou para defender.

Ao ajudar na marcação, Neymar colocou o braço no rosto de Luka Modric e levou cartão amarelo.

Mas o jogador do Barcelona é bom mesmo no ataque, e empatou o jogo pouco depois, aos 29 minutos. Após receber passe de Oscar no meio-campo, ele se livrou de um marcador e chutou de perna esquerda da entrada da área para marcar. A bola ainda bateu na trave antes de balançar a rede.

No final do primeiro tempo, Hulk teve chance de virar o marcador, mas chutou por cima.

Após começar o jogo de maneira irregular, o Brasil foi se acertando em campo e teve 64 por cento de posse de bola e 10 chutes a gol, contra apenas três da Croácia, no primeiro tempo.

A segunda etapa começou com poucas chances de gols, mas Daniel Alves continuava a deixar espaços pelo lado direito da defesa brasileira.

Felipão, então, fez sua primeira substituição, colocando Hernanes no lugar de Paulinho aos 18 minutos.

Aos 20, Neymar avançou pelo meio e tomou falta dura de Vedran Corluka, que levou cartão amarelo. Daniel Alves cobrou a falta e mandou a bola por cima do gol.

Para dar mais movimentação ao ataque, o treinador brasileiro colocou Bernard na vaga de Hulk, que teve atuação apagada.

Fred, até então pouco acionado, recebeu passe no centro da área e, numa disputa com Dejan Lovren, caiu. O árbitro japonês Yuichi Nishimura, o mesmo da eliminação do Brasil na Copa de 2010, marcou pênalti. Neymar cobrou, o goleiro croata chegou a tocar na bola, mas ela entrou: 2 x 1.

A partir daí, o jogo ficou nervoso para o Brasil, com os croatas pressionando. Eles chegaram a marcar um gol, mas foi assinalado impedimento no começo da jogada. O goleiro Julio Cesar ainda fez duas defesas, evitando o empate do rival.

A poucos minutos do fim, Neymar foi substituído por Ramires e foi ovacionado ao deixar o gramado.

Quando a seleção se encaminhava para segurar o resultado, Oscar partiu com a bola dominada numa contra-ataque e marcou o terceiro gol, já nos acréscimos, provocando euforia na torcida paulista, normalmente exigente com a seleção e disposta a vaiar. O clima, porém, começou bem entre o time e a torcida brasileira.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below