Técnico croata fica furioso com arbitragem do jogo contra Brasil

quinta-feira, 12 de junho de 2014 20:53 BRT
 

Por Peter Rutherford

SÃO PAULO (Reuters) - O juiz japonês Yuichi Nishimura foi uma benção para o Brasil e uma maldição para a Croácia nesta quinta-feira, após marcar um pênalti polêmico para os donos da casa que ajudou na vitória brasileira por 3 x 1 no primeiro jogo da Copa do Mundo, em São Paulo.

Nishimura, que realizava um jogo consistente até os 24 minutos do segundo tempo, apontou para a marca do pênalti após o atacante Fred ter caído à frente do defensor croata Dejan Lovren.

A televisão mostrou que o jogador do Fluminense se jogou por causa de um mínimo contato.

Furiosos, jogadores croatas cercaram o árbitro, que respondeu mostrando um cartão amarelo a Lovren.

"Isso foi ridículo hoje e se continuarmos dessa forma nós vamos ter um circo", disse o técnico da Croácia, Niko Kovac, em entrevista coletiva após a partida.

"Falamos sobre respeito, isso não foi respeito, a Croácia não foi respeitada. Se isso for um pênalti, não precisamos mais jogar futebol. Em vez disso, vamos jogar basquete", acrescentou.

(Por Peter Rutherford; reportagem adicional de Mike Collett-White)

 
Juiz Yuichi Nishimura mostra cartão amarelho para jogador croata após marcar pênalti a favor do Brasil, na partida inicial da Copa do Mundo, em São Paulo. 12/6/2014 REUTERS/Ivan Alvarado