Protestos em cidades-sede dividem espaço com festa por abertura do Mundial

quinta-feira, 12 de junho de 2014 21:58 BRT
 

Por Marcelo Teixeira e Felipe Pontes

SÃO PAULO/RIO DE JANEIRO (Reuters) - Enquanto brasileiros e estrangeiros enfeitados de verde-amarelo se reuniam nesta quinta-feira para assistir à partida de abertura da Copa do Mundo, policiais e manifestantes que ocuparam as ruas para protestar contra o Mundial entraram em confronto em cidades-sede da competição.

A manhã começou violenta na capital paulista algumas horas antes da abertura do Mundial. Manifestantes que pretendiam bloquear a avenida Radial Leste, principal via de acesso à Arena Corinthians onde o Brasil venceria a Croácia horas mais tarde por 3 x 1, entraram em confronto com policiais. Ao menos seis pessoas ficaram feridas, entre elas duas jornalistas estrangeiras.

As manifestações contra a Copa também tomaram as ruas de outras cidades. No Rio, a confusão teve início quando a Polícia Militar deteve um manifestante acusado de afrontar policiais na região dos Arcos da Lapa, tradicional ponto turístico carioca.

"Eu até gosto de futebol, mas a maneira que foi feita essa Copa a gente não pode concordar", afirmou um manifestante que se identificou apenas como Luciano e disse ser servidor público.

"A gente não protestou em 2007 quando o Brasil foi escolhido porque não tinha ideia da sangria que ia ser no país. O lucro fica com a Fifa e os patrocinadores, e o povo com nada. É um evento elitizado, mas quem paga é o povo", disse.

Temendo uma repetição dos atos de vandalismo ocorridos nos protestos do ano passado durante a Copa das Confederações, lojas e agências bancárias do centro do Rio estavam com portas fechadas ou com tapumes de madeira na fachada.

Também houve confusão na praia de Copacabana, onde a Fifa montou um local para o público assistir aos jogos da Copa em um telão. Um grupo de manifestantes que marchou pela orla danificou um quiosque e assustou pessoas que estavam no local.

Houve um reforço no policiamento, que contou com 5 mil policiais. Mais de 20 mil pessoas, em sua maioria estrangeiros, compareceram ao Fan Fest da Fifa para assistir ao jogo inaugural da Copa em Copacabana.   Continuação...

 
Mulher é empurrada por policiais durante protesto em São Paulo antes da abertura da Copa. 12/06/2014  REUTERS/Ricardo Moraes