13 de Junho de 2014 / às 01:12 / 3 anos atrás

Oscar joga bem e recebe elogios de Felipão

O jogador brasileiro Oscar comemora após marcar gol durante jogo de abertura da Copa do Mundo contra a Croácia, em São Paulo, nesta quinta-feira. 12/06/2014Ivan Alvarado

SÃO PAULO (Reuters) - Após dois jogos ruins em amistosos na semana passada, o meia Oscar foi um dos destaques da seleção brasileira na vitória por 3 x 1 sobre a Croácia, nesta quinta-feira, na estreia na Copa do Mundo, e recebeu elogios do técnico Luiz Felipe Scolari.

Jogando pelo lado direito, Oscar deu bons passes, acertou uma ótima finalização no primeiro tempo, marcou seu gol nos acréscimos do jogo e demonstrou uma vitalidade incomum na marcação.

“Nosso scout (estatística) mostra que o Oscar foi o que mais roubou bolas, ele criou pelo lado direito, deu dribles”, disse Felipão em entrevista coletiva, acrescentando que o meia do Chelsea foi um dos destaques da partida.

“Ele pode ter baixado um pouco o ritmo, mas ele é esse jogador que mostrou hoje”, completou o treinador.

Felipão disse que mesmo depois das atuações discretas de Oscar contra Panamá e Sérvia nunca pensou em tirá-lo da equipe titular, mesmo com a imprensa destacando as atuações de Willian, companheiro dele no Chelsea.

"Oscar é um menino puro, bonzinho, que todo pai gostaria de ter como filho. (Ele) não quis calar ninguém."

Antes da estreia do Brasil no Mundial, Felipão revelou uma preocupação com os jogadores mais jovem e disse ter conversado com alguns deles no hotel na terça-feira à noite, com o apoio da psicóloga Regina Brandão.

“Como são novos, às vezes a gente imagina que são como nós somos... tive que fazer um trabalho ontem muito mais cansativo do que qualquer treinamento”, disse o treinador.

Felipão não disse quais jogadores mereceram essa atenção especial, mas dois dos principais jogadores da seleção, Neymar e Oscar, têm apenas 22 anos, e foram exatamente eles os autores dos gols do Brasil.

Sobre Neymar, o treinador declarou que é importante que ele não seja cobrado para ser o melhor do mundo, e sim para ajudar o Brasil.

Neymar marcou duas vezes, uma delas de pênalti, e Oscar fechou o placar após avançar pelo meio-campo e chutar de fora da área.

“Foi em homenagem à Julia (filha que nasceu recentemente), à minha esposa e a toda minha família e eu fiz uma bela partida”, disse Oscar.

Por Tatiana Ramil, com reportagem adicional de Eduardo Simões

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below