Médico do Bayern diz que Ribéry poderia jogar a Copa

sexta-feira, 13 de junho de 2014 18:59 BRT
 

Por Karolos Grohmann

BELO HORIZONTE (Reuters) - O francês Franck Ribéry poderia estar em forma para jogar a Copa do Mundo, disse o médico do Bayern de Munique, Hans-Wilhelm Mueller-Wohlfahrt, nesta sexta-feira, ao refutar as alegações dos franceses de que o tratamento usado por ele teria sido a razão para o corte do jogador.

Ribéry foi cortado da seleção da França dias antes do início do Mundial por não ter conseguido se recuperar de um lesão nas costas surgida no final da temporada europeia.

“Ele (Ribéry) foi evidentemente ordenado a não se tratar com Mueller-Wohlfahrt”, disse um comunicado emitido através dos advogados do médico alemão, que se encontra no Brasil como membro da delegação da Alemanha.

“Ele (Mueller-Wohlfahrt) acredita que se ele (Ribéry) tivesse recebido tratamento lá, haveria alguma possibilidade de jogar a Copa do Mundo”, afirmou o comunicado. 

O médico da França, Franck Le Gall, havia dito na quinta-feira que Ribéry saiu do banco para jogar a final da Copa da Alemanha em 17 de maio sob o efeito de injeções de analgésicos, apesar de vir sofrendo de dores nas costas por várias semanas.

“Franck pertence a um clube cujo método de tratamento para todos os males, seja quais forem, é baseado em injeções”, disse Le Gall em uma grave acusação contra os campeões alemães.

“Poderíamos ter optado por aplicar injeções nele, o que não fizemos. A uma certa altura, ele não aguentava mais (injeções), então não fizemos isso porque ele tem medo das picadas” , disse Le Gall em uma coletiva de imprensa em Ribeirão Preto (SP), base da França no Brasil.

O médico do Bayern de Munique replicou que Ribéry não tem medo de injeções, e afirmou que esse não foi o único recurso utilizado para tratar o jogador.

(Reportagem de Karolos Grohmann)