Na festa da Copa em SP, testes de HIV grátis e camisinhas

sexta-feira, 13 de junho de 2014 19:29 BRT
 

Por Asher Levine

SÃO PAULO (Reuters) - A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo aproveitou a festa em torno da Copa do Mundo na para realizar testes de HIV e distribuir camisinhas na capital paulista, nesta sexta-feira.

“Não podemos perder uma oportunidade como essa”, disse Ivone de Paula, uma das coordenadoras de prevenção de doenças sexualmente transmissíveis. “O fato de ser uma Copa descontrai um pouco. As pessoas dizem ‘vou assistir ao jogo, estou me divertindo, por que não ser testada também?’”, afirmou a profissional de saúde.

A ação, que integra a campanha de prevenção “Proteja o Gol”, conduzida pelo Programa das Nações Unidas sobre HIV/Aids (Unaids), oferece testes rápidos de HIV e aconselhamento, assim como distribui camisinhas e medicamentos de emergência. O projeto também está sendo realizado em outras 11 cidades do Estado de São Paulo, onde algumas das seleções que participam do Mundial estão concentradas.

Ivone disse que a expectativa é realizar cerca de 300 testes rápidos de HIV nesta sexta em frente ao Fifa Fan Fest, no Vale do Anhangabaú (centro), onde um telão exibe as partidas da Copa. Muitas pessoas estavam sendo testadas pela primeira vez, disse.

“Eu não tinha ideia de que haveria isso aqui, deparei-me com isso”, disse um homem de meia-idade que pediu para não ser identificado. “Eu não saberia onde fazer o teste se não fosse aqui, então isso ajuda muito”, acrescentou.

O Brasil, considerado modelo mundial no tratamento e prevenção do HIV/Aids, costuma realizar campanhas contra doença sexualmente transmissíveis em grandes eventos como o Carnaval, incluindo amplas campanhas publicitárias e distribuição de camisinhas.