Inglaterra não teme condições do gramado em Manaus, diz técnico

sexta-feira, 13 de junho de 2014 19:50 BRT
 

Por David Ljunggren

MANAUS (Reuters) - O técnico e o capitão da seleção da Inglaterra disseram nesta sexta-feira que não têm preocupações a respeito do gramado em Manaus, onde os responsáveis tentam corrigir os problemas antes de os ingleses enfrentarem a Itália na partida de abertura do Grupo D da Copa do Mundo, no sábado.

A grama da Arena Amazônia tem sido castigada pelo forte calor e humidade típicos da região amazônica, mas parecia estar em melhores condições nesta sexta-feita do que estava dois dias atrás.

As falhas que apareciam na área do gol foram em grande parte eliminadas, mas alguns trechos do gramado permaneciam descoloridos.

“Acabei de ir lá para ver... está bom, está bem plano. Não vejo nenhuma razão para ter qualquer preocupação sobre isso. Estaremos perfeitamente satisfeitos em jogar nesse campo amanhã à noite”, disse o técnico Roy Hodgson em uma coletiva de imprensa.

“Eu acho que vai agradar a ambos os times, porque é um campo onde a grama é curta... vai ser possível jogar um bom futebol sobre ela”, disse ele.

A Fifa vem há meses demonstrando preocupação em relação ao gramado e enviou uma equipe especializada a Manaus para tentar lidar com o problema.

Um porta-voz da Fifa disse que a questão estava “mais relacionada à estética do que às condições do campo” e expressou confiança de que tudo estaria bem no sábado.

O time da Inglaterra está mais focado no momento em se acostumar ao calor e à humidade, assim como em anular os rivais históricos da Itália, responsáveis pela eliminação da Inglaterra nas quartas de final da Eurocopa 2012.   Continuação...

 
Técnico da Inglaterra Roy Hodgson (esquerda) e o capitão Steve Gerrard inspecionam gramado da Arena Amazônia, em Manaus. 13/6/2014 REUTERS/Andres Stapff