Manifestantes protestam e pintam sede da Fifa na Suíça

sábado, 14 de junho de 2014 15:30 BRT
 

ZURIQUE, Suíça (Reuters) - Cerca de 150 manifestantes se reuniram neste sábado em frente à sede da Fifa em Zurique, na Suíça, com bandeiras criticando a administração e a condução da Copa do Mundo do Brasil, causando poucos danos ao prédio da entidade.

A reputação da Fifa está manchada por acusações de corrupção, e a sua gestão do torneio, que começou na quinta-feira em São Paulo, também tem sido criticada.

"Aproximadamente 150 pessoas participaram de uma manifestação não-autorizada", afirmou o porta-voz da polícia de Zurique, Michael Wirz, à Reuters.

"A manifestação foi pacífica de maneira geral, e ninguém se machucou, mas houve alguns danos ao edifício da Fifa", acrescentou. 

Fotografias publicadas no site do jornal suíço 20 Minuten mostraram manifestantes mascarados espalhando tinta vermelha na placa ao lado de fora do prédio e agitando bandeiras de organizações de juventude de esquerda.

O site ativista Indymedia.ch havia postado uma convocação ao protesto sob o lema: "Amamos o futebol, odiamos a Fifa".

Os protestos devem ser vistos como um sinal de solidariedade aos brasileiros que tiveram de ser desalojados das suas residências para abrir espaço para os estádios, segundo o Indymedia.ch.

(Reportagem de Silke Koltrowitz)