June 14, 2014 / 8:28 PM / 3 years ago

Estilo alemão pode conquistar torcedores brasileiros, diz Podolski

3 Min, DE LEITURA

Alemão Podolski sorri durante entrevista em Santo André, na Bahia.Arnd Wiegmann

SANTO ANDRÉ (Reuters) - As praias do nordeste brasileiro nada têm a ver com a terra natal do polonês naturalizado alemão Lukas Podolski, no entanto, ele e seus companheiros de seleção esperam que o estilo de ataque da equipe conquistará muitos torcedores brasileiros na partida de estreia contra Portugal na próxima segunda-feira.

A língua portuguesa e os laços culturais entre Brasil e Portugal podem fazer com que a seleção do atacante Cristiano Ronaldo seja naturalmente preferida pelos brasileiros na partida do Grupo G em Salvador. 

Podolski e seus companheiros de equipe, entretanto, buscaram interagir com a população local no remoto hotel na costa baiana, e estão esperançosos em contar com o apoio dos torcedores brasileiros.

O treinador Joachim Loew alertou seus jogadores de que espera que o público brasileiro vá torcer majoritariamente para a seleção de Portugal. 

"Eu acho que não importa onde jogamos um torneio, sempre sentimos o apoio dos torcedores locais", disse Podolski, que disputa sua terceira Copa do Mundo. "Eu inclusive já senti o apoio da torcida aqui".

"Talvez Portugal tenha uma vantagem por causa da língua e tudo mais, mas no final das contas não importa se você joga em casa ou não." 

O estilo incessantemente ofensivo da Alemanha já conseguiu muitos admiradores por todo o mundo na última década.

Podolski teve um papel importante na formação e na consolidação desse estilo ofensivo da seleção alemã, com 47 gols em 114 partidas.

"Espero que mais da metade dos brasileiros no estádio torçam por nós", acrescentou Podolski, que jogou muito bem nos últimos amistosos pré-copa da Alemanha. "O resto teremos que decidir no campo."

A Alemanha com certeza pode contar com as legiões de torcedores que seguem a seleção pelos quatro cantos da terra. 

"Os torcedores alemães estão 'ueberall' (em todo lugar)", disse Podolski. "Eles nos apoiam em qualquer lugar."

Podolski e seus companheiros estão muito mais acostumados a jogar nas frescas noites europeias do que nos calorosos dias tropicais. 

"As condições são muito diferentes aqui", acrescentou. "Extremamente. Mas não vamos deixar que isso nos afete. Não importa se estiver 30 graus, ou 50, ou 55, ou até 70 graus no campo. Estarei no campo para vencer."

Podolski e o meia Mesut Ozil posaram para fotos com soldados armados que faziam a segurança do grupo alemão em sua concentração. As fotos, que foram postadas por ele no twitter causaram uma onda de críticas na Alemanha, país que tem uma veia extremamente pacifista nos últimos anos.

"Eu não vejo aqueles caras ou as fotos como militaristas", disse Podolski. 

"Eles estão cuidando da nossa segurança e queriam uma foto com a gente. Então tirei meu telefone e pedi para alguém bater uma foto da minha câmera também. Não vi problema nenhum nisso. Na semana que vem tentarei continuar com a série de fotos com nossos fãs". 

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below