Colômbia acusa segurança local de atrasar deslocamentos do time

domingo, 15 de junho de 2014 17:51 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - A seleção da Colômbia acusou a equipe do Brasil responsável por fazer a segurança de hostilizar o time e fazê-lo chegar tarde na estreia contra a Grécia na Copa do Mundo.

A Colômbia apresentou uma queixa formal à Fifa, alegando que a hostilidade da Polícia Federal estava causando mal-estar entre os jogadores e membros da equipe técnica.

"Torpedearam os deslocamentos da Colômbia, levando a equipe em todos os deslocamentos em marcha lenta", disse à Reuters o chefe de imprensa da seleção, Mauricio Correa.

"Ontem chegamos tarde ao jogo por causa dessa situação", disse. "Foi intencional."

A Colômbia estreou no sábado com vitória de 3 x 0 sobre a Grécia na cidade de Belo Horizonte.

De volta a São Paulo, onde a equipe do técnico argentino José Pekerman está concentrada, houve novos atritos com o time e a segurança.

"Houve, por parte deles, algumas palavras não muito boas e algum empurrão sobre alguém da delegação", acrescentou Correa, esclarecendo que não se referia a um jogador.

Correa disse que o incidente foi aparentemente solucionado.

"A Fifa já trouxe um pessoal novo e resolveram a situação", explicou.   Continuação...

 
Time da Colômbia, que reclamou de atrasos devido a ação da segurança do Brasil, comemora gol em jogo contra a Grécia em Belo Horizonte. 14/6/2014.  REUTERS/Leonhard Foeger