15 de Junho de 2014 / às 20:08 / 3 anos atrás

Ingenuidade no fim colocou esforço do Equador a perder, diz técnico

Treinador do time do Equador, Reinaldo Rueda, durante treino no estádio Mané Garrincha, em Brasília. 14/6/2014. REUTERS/Ueslei Marcelino

BRASÍLIA (Reuters) - A seleção equatoriana sofreu uma derrota no domingo para a Suíça devido a uma ingenuidade no fim jogo que colocou a perder a concentração mostrada durante os 90 minutos, disse o treinador Reinaldo Rueda.

A Suíça venceu por 2 x 1 o jogo que marcou a estreia do Grupo E com um gol de contra-ataque nos acréscimos, de Haris Seferovic. A equipe do Equador tinha vantagem no primeiro tempo.

“Perdemos a ordem que havia sido uma das características do Equador, a emoção nos traiu. A Suíça administra muito bem a saída rápida, no minuto final houve desordem e nos custou o jogo”, afirmou o colombiano Rueda.

“Cometemos uma ingenuidade que nos custou o jogo. Não nos superou o rival, nunca passou por cima da gente”, acrescentou.

O Equador precisava de um bom resultado para encarar com tranquilidade os jogos que tem pela frente na primeira fase, em que ainda enfrentará França e Honduras.

“Nos faltou desequilibrar mais no segundo tempo, foi uma questão de falta de decisão e conceitualização ofensiva”, explicou Rueda.

“Agora só resta essa parte do ânimo, assimilar este resultado adverso e seguir trabalhando”, ressaltou.

Reportagem de Brian Homewood

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below