México está mais preparado do que em outras Copas, diz goleiro Ochoa

terça-feira, 17 de junho de 2014 09:43 BRT
 

Por Matías Martínez

FORTALEZA (Reuters) - A seleção mexicana mostra mais vigor e perigo do que em outros Mundiais, assegurou o goleiro Guillermo Ochoa, acrescentando que a equipe não deve mudar sua forma de jogar quando enfrentar o Brasil, considerando que seu estilo já mostrou ser eficaz contra os rivais.

México e Brasil buscarão, nesta terça-feira, assegurar sua classificação para as oitavas de final da Copa do Mundo no jogo em Fortaleza.

Nas suas primeiras partidas na Copa do Mundo, o Brasil derrotou a Croácia por 3 x 1, enquanto o México venceu Camarões por 1 x 0, e ambas as equipes têm três pontos —embora os brasileiros liderem o Grupo A por saldo de gols.

“Há mais vigor nesta seleção. Isso se nota quando jogamos, temos opções de gol, temos profundidade, somos sólidos na defesa, e é preciso continuar assim, porque já vimos que dessa forma poderemos fazer estrago a muitas equipes”, disse Ochoa a jornalistas após o último treino dos mexicanos antes de enfrentar o Brasil.

“É outro treinador, são outros jogadores, a formação e o sistema são outros. Claro que não é a mesma coisa, pois cada técnico faz seu jogo”, acrescentou, ao recordar que no ano passado o Brasil venceu o México, na Copa das Confederações, quando os mexicanos eram liderados pelo técnico José Manuel de la Torre.

Agora, com Miguel Herrera como técnico, o México buscará vencer o pentacampeão do mundo e um dos favoritos para conquistar o título em casa.

É uma situação factível, considerando que na final dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, o México derrotou o Brasil por 2 x 1.

"Não temos de mudar o estilo, temos que aproveitar nossas virtudes o que sabemos fazer, em que no saímos bem, e com base nisso procurar ganhar", afirmou o goleiro, que atua no Ajjacio, da França.

“Devemos fazer com que o adversário se preocupe com nosso sistema, em como jogamos, que pensem mais na gente do que nós neles”, disse.

 
Goleiro do México, Gullermo Ochoa, sob forte chuva durante partida contra Camarões, na Arena das Dunas, em Natal. 13/06/2014. REUTERS/Dylan Martinez