Maradona critica organização da Copa após ser barrado em jogo da Argentina no Maracanã

terça-feira, 17 de junho de 2014 15:33 BRT
 

SÃO PAULO (Reuters) - O ídolo do futebol argentino Diego Maradona criticou com firmeza os organizadores da Copa do Mundo e disse que não foi autorizado a entrar na arquibancada do Maracanã para ver a estreia da Argentina contra a Bósnia.

A Argentina venceu por 2 x 1 pelo Grupo F, em uma partida sem brilho.

"Não me deixaram ver Argentina e Bósnia. Voltei ao hotel para ver o segundo tempo... fiz tudo o que pude, mas não deixaram entrar", disse Maradona em entrevista ao canal Fox Sports.

"Alguém disse que não, que eu não poderia passar, e tive que ver o segundo tempo pela televisão. Espero que isso seja resolvido porque quero ver a Argentina e outras várias partidas", acrescentou.

Maradona, considerado um dos melhores jogadores de todos os tempos, é um ícone da seleção argentina, com a qual conquistou a Copa de 1986 e chegou à final quatro anos depois.

Além disso, foi técnico da seleção argentina na Copa do Mundo da África do Sul, em 2010, quando chegou às quartas de final e foi eliminada pela Alemanha.

(Por Javier Leira)

 
Ex-jogador argentino Diego Maradona no Rio de Janeiro. 13/06/2014  REUTERS/Rickey Rogers