DESCE-Ramires desperdiça chance e sai no intervalo

terça-feira, 17 de junho de 2014 18:23 BRT
 

Por Pedro Fonseca

(Reuters) - Ramires ganhou uma rara oportunidade de ser titular da seleção brasileira na partida contra o México, mas decepcionou por não conseguir repetir a importante função tática na defesa e no ataque exercida por Hulk, que desfalcou o time no empate de 0 x 0 desta terça-feira na Copa do Mundo, devido a uma contusão.

Originalmente volante de marcação, que passou a jogar mais avançado no clube inglês Chelsea, o meio-campista foi escalado pelo técnico Luiz Felipe Scolari para jogar pela direita numa linha de três homens ao lado de Neymar e Oscar, com Fred à frente como único centroavante.

Ao contrário de Hulk, no entanto, o jogador de 27 anos não conseguiu nem aparecer bem no ataque pelo lado do campo nem compor a marcação, e acabou substituído pelo treinador no intervalo. Bernard, que entrou em seu lugar, fez um cruzamento perigoso logo em seu primeiro lance.

A escolha por Ramires para o lugar de Hulk, que ficou de fora da partida devido a um problema muscular na coxa esquerda, representou uma opção mais conservadora de Felipão, preocupado com a qualidade do time mexicano. Bernard, Willian e Hernanes seriam opções ofensivas.

O México estreou no Mundial com vitória de 1 x 0 sobre Camarões e impôs dificuldades ao Brasil.

Com o placar em 0 x 0 na etapa inicial, Felipão sentiu a necessidade de lançar o time mais ao ataque e mudou a formação da equipe, uma vez que Ramires não correspondeu às expectativas e à confiança depositada nele.

Para completar a atuação negativa, Ramires ainda recebeu cartão amarelo nos minutos finais do primeiro tempo por cometer falta dura em Aguilar.

Se Hulk não estiver recuperado a tempo para o último jogo do Brasil pelo Grupo A, contra Camarões, em Brasília, no dia 23, Felipão deverá repensar se deve dar ou não uma nova chance a Ramires.

 
Ramires (E)  recebe cartão amarelo em partida contra o México na Arena Castelão, em Fortaleza. 17/6/2014. REUTERS/Mike Blake