Felipão vê evolução no Brasil e culpa goleiro por falta de gol

terça-feira, 17 de junho de 2014 19:14 BRT
 

FORTALEZA (Reuters) - O técnico Luiz Felipe Scolari acredita que a seleção brasileira mostrou evolução na partida contra o México, nesta terça-feira, e responsabilizou o goleiro Guillermo Ochoa pelo empate de 0 x 0, em Fortaleza, na segunda rodada da Copa do Mundo.

Felipão afirmou que houve melhora nas laterais em relação ao jogo de estreia no Mundial, na semana passada, quando a equipe venceu a Croácia por 3 x 1, de virada, mas sofreu com os ataques dos adversários pelas pontas.

"Na minha opinião o time jogou melhor do que contra a Croácia, evoluiu pelo menos 10 por cento...(o time) tem evoluído e tem possibilidade de melhora. Então eu estou satisfeito, fiquei feliz com o que eu vi", afirmou o treinador em entrevista coletiva após o jogo no estádio Castelão.

"O resultado não foi o que nós queríamos, mas estou contente com a evolução."

Para Felipão, o Brasil só não marcou gol devido às boas defesas de Ochoa, considerado por ele "o melhor em campo", depois de fazer pelo menos quatro boas defesas. Ochoa foi considerado pela Fifa o melhor da partida.

Questionado sobre o que o time precisa fazer para a última partida no Grupo A, contra Camarões, na próxima segunda-feira, em Brasília, o técnico respondeu: "Gol."

"A gente tem a mania de achar que os outros não jogam nada. O México teve a mesma posse de bola, mesmo número de chutes (que o Brasil)... é um bom time."

(Reportagem de Eduardo Simões)

 
Técnico brasileiro, Luiz Felipe Scolari, grita instruções a seus jogadores durante partida contra o México na Arena Castelão, em Fortaleza. 17/6/2014 REUTERS/Marcelo Del Pozo