Técnico mexicano contém entusiasmo após empate com Brasil e elogia goleiro

terça-feira, 17 de junho de 2014 20:14 BRT
 

FORTALEZA (Reuters) - O técnico da seleção mexicana, Miguel Herrera, mostrou-se comedido após o valioso empate com o Brasil na Copa do Mundo, e reconheceu que ainda há trabalho por fazer para alcançar as oitavas de final.

Os mexicanos empataram em 0 x 0 com o Brasil em sua segunda partida pelo Grupo A, e ambas as seleções chegaram a quatro pontos, embora a equipe liderada por Luiz Felipe Scolari ocupe a liderança por saldo de gols.

"Não podemos dizer que foi extraordinário, (o resultado) é bom porque nos deixa continuar somando pontos. No entanto, não conseguimos nada, estamos no grupo brigando com o Brasil, ainda temos a última partida para a qual iremos com tudo para buscar os três pontos, porque queremos entrar bem na fase seguinte", afirmou Herrera em uma coletiva de imprensa.

"Foi um bom resultado e estamos contentes, mas, entretanto, há muito que se trabalhar", apontou.

O técnico mexicano também felicitou o goleiro Guillermo Ochoa, que se destacou na partida por salvar várias vezes o gol e evitar uma derrota que complicaria a situação do México.

"Creio que não haja um goleiro em um Mundial que fez o mesmo, fez defesas de grande nível, dá segurança à equipe e nos dá confiança em saber que estamos bem cobertos na nossa área", disse Herrera.

Ochoa compôs a seleção mexicana nas Copas da Alemanha, em 2006, e da África do Sul, em 2010. Na Alemanha, ele foi reserva do titular Oswaldo Sánchez, e, quatro anos depois, quando provavelmente jogaria, ficou no banco após a convocação do mais experiente Oscar Pérez pelo então técnico Javier Aguirre.

O México joga sua partida final pelo Grupo A contra a Croácia em 23 de junho, mesma data que o Brasil enfrenta Camarões.

(Por Matías Martínez)

 
Técnico mexicano, Miguel Herrera, durante jogo com Brasil.  REUTERS/Kai Pfaffenbach