Felipão vê evolução no Brasil e culpa goleiro por falta de gol

terça-feira, 17 de junho de 2014 20:54 BRT
 

Por Eduardo Simões

FORTALEZA (Reuters) - O técnico Luiz Felipe Scolari afirmou nesta terça-feira que a seleção brasileira evoluiu "no mínimo 10 por cento" no 0 x 0 contra o México se comparado com a vitória por 3 x 1 na estreia contra a Croácia e, embora tenha reconhecido que o resultado não foi o esperado, se disse contente com o que viu.

O treinador chegou a demonstrar irritação em alguns momentos da entrevista coletiva após o empate com os mexicanos e disse que a qualidade do adversário precisa ser reconhecida.

"Na minha opinião... o time jogou melhor do que contra a Croácia, evoluiu no mínimo 10 por cento", disse o treinador, ressaltando ser a sua opinião, e que não era a mesma opinião dos críticos.

"O meu time tem evoluído e com possibilidade ainda de uma melhora... Então eu estou satisfeito, fiquei feliz com o que eu vi, até porque nós temos a mania de achar que os outros não jogam nada."

Felipão avaliou que houve melhora nas laterais em relação ao jogo de estreia no Mundial, na semana passada, quando a equipe sofreu com as investidas croatas pelos lados do campo.

O técnico reclamou ainda de um pênalti não marcado em Marcelo, e exaltou a atuação do goleiro mexicano Guillermo Ochoa, que fez pelo menos quatro grandes defesas e foi escolhido o melhor em campo.

"Não gostei do goleiro mexicano", brincou o treinador em seu único momento de descontração ao responder a uma pergunta de um jornalista mexicano.

"O que faltou hoje foi o gol. Nós criamos três ou quatro grandes oportunidades, mas lá tinha um goleiro que estava em um bom dia e que foi muito bem."   Continuação...

 
Técnico Felipão reage durante jogo do Brasil com México.  REUTERS/Marcelo Del Pozo