Técnico Capello diz que reação da Rússia foi "melhor" presente de aniversário

quarta-feira, 18 de junho de 2014 10:56 BRT
 

Por Mary Milliken

CUIABÁ (Reuters) - O técnico Fabio Capello ficou tão satisfeito com o esforço do time para empatar o jogo contra a Coreia do Sul em 1 x 1 na estreia pelo Grupo H do Mundial na terça-feira que resolveu permitir uma incomum comemoração pelo seu aniversário.

Capello completa 68 anos nesta quarta e 24 horas antes da partida de terça chegou a dizer em tom rude não esperar receber nenhum presente. Mas o gol de empate no segundo-tempo, seis minutos após um frango do goleiro russo permitir aos sul-coreanos saírem na frente, conseguiu amolecer o treinador italiano, famoso por sua rigidez.

"Eu agradeci à equipe pela reação e disse a eles que foi o melhor presente de aniversário que eu poderia receber", disse Capello aos jornalistas após a primeira partida da Rússia.

"Isso quer dizer que o time está bem e que eles podem jogar bem."

Em busca de um novo desafio após uma vitoriosa carreira, Capello assumiu a seleção russa há dois anos e conseguiu o respeito dos jogadores por sua abordagem séria. Ele chegou a proibir os jogadores de usar o Twitter durante o Mundial por temer "aborrecimentos".

Mas Capello não conseguiu manter a tranquilidade de um time que fazia sua primeira aparição em Copas desde 2002.

"Na primeira metade do jogo nós ficamos muito apertados, nós estávamos preocupados, estávamos apreensivos, tivemos problemas em conseguir a posse de bola", disse ele.

O time acordou no segundo tempo quando o goleiro russo Igor Akinfeev deixou a bola chutada por Lee Keun-ho escapar de suas mãos para dentro do gol aos 23 minutos do segundo tempo na Arena Pantanal.   Continuação...

 
Técnico da Rússia Fabio Capello em partida contra Coreia do Sul em Cuiabá. 17/06/2014 REUTERS/Eric Gaillard