Uruguai aposta em conexão com são-paulinos contra Inglaterra

quarta-feira, 18 de junho de 2014 15:25 BRT
 

Por Esteban Israel

SÃO PAULO (Reuters) - Quando o Uruguai jogar na quinta-feira na Arena Corinthians, em São Paulo, contra a Inglaterra para tentar se manter na Copa do Mundo, a equipe buscará fazer isso com apoio local.

E não é só porque estimados 20 mil torcedores do país vizinho vieram ao país para apoiar sua seleção na segunda e decisiva partida.

Jogadores uruguaios, há décadas, têm ajudado em importantes conquistas do São Paulo Futebol Clube, incluindo a Taça Libertadores e o Mundial interclubes.

Uma das maiores referências do São Paulo é o zagueiro Diego Lugano, capitão uruguaio de 33 anos que assistirá ao jogo na quinta-feira do banco por causa de uma lesão no joelho.

"Adoramos o Lugano. Ele tem raça, é firme, carismático. Ele era nosso xerife na zaga", disse Eduardo Nader, um são-paulino fanático. "São-paulinos vão torcer pelo Uruguai por causa do Lugano."

Mas a forte conexão do São Paulo com o Uruguai foi forjada muito antes do nascimento do jogador do West Bromwich Albion.

O meio-campo Pedro Rocha nos anos 1970, o defensor Darío Pereyra nos anos 1980 e o pai de Diego Forlán, Pablo, todos usaram as cores do tricolor paulista.

Hoje eles têm Alvaro Pereira, que também está na equipe que enfrentará a Inglaterra.   Continuação...

 
Uruguiao Lugano (D) e o goleiro Rogério Ceni comemoram título do São Paulo no Mundial Interclubes. 20/12/2005.  REUTERS/Paulo Whitaker