20 de Junho de 2014 / às 13:38 / 3 anos atrás

Balotelli quer beijo da rainha se Itália ajudar Inglaterra

Jogador italiano Mario Balotelli sorri durante coletiva de imprensa na Arena Pernambuco, em Recife. 19/06/2014.Brian Snyder

BELO HORIZONTE (Reuters) - O atacante italiano Mario Balotelli pode ter dado o beijo da morte na Inglaterra com o gol que a derrotou na estreia na Copa do Mundo, mas agora ele quer uma autêntica recompensa caso se transforme em seu salvador.

A segunda derrota da Inglaterra no Grupo D para o Uruguai na quinta-feira a deixou à beira da eliminação.

Mas há uma réstia de esperança para o time de Roy Hodgson se a Itália derrotar a Costa Rica nesta sexta-feira.

Se a Itália depois derrotar o Uruguai, e a Inglaterra também derrotar a Costa Rica, nos dois últimos jogos do grupo na próxima terça, Wayne Rooney e companhia ainda têm chances de se classificar pelo saldo de gols.

"Se derrotarmos a Costa Rica eu quero um beijo, obviamente na bochecha, da rainha da Inglaterra", disse o sempre esperto Balotelli, de 23 anos, no Twitter após a derrota da Inglaterra em São Paulo.

Bem conhecido dos ingleses por sua passagem pelo Manchester City --e pelas piadas--, foi uma fria cabeçada de Balotelli que garantiu a vitória de 2 x 1 para a Itália sobre a Inglaterra em Manaus.

Enquanto os príncipes William e Harry são notórios fãs de futebol e sem dúvida iriam adora encontrar o astro italiano, a rainha Elizabeth prefere as corridas de cavalo e pode não ficar muito entusiasmada com o prospecto de beijá-lo.

Por Andrew Cawthorne

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below