Federação Espanhola de Futebol quer que Del Bosque fique

sexta-feira, 20 de junho de 2014 10:52 BRT
 

(Reuters) - A Federação Espanhola de Futebol (RFEF, na sigla em espanhol) quer que o técnico Vicente del Bosque continue a cargo da seleção apesar do fracasso da equipe na Copa do Mundo no Brasil, segundo seu secretário-geral, Jorge Pérez.

Del Bosque, que tem contrato até depois da Eurocopa 2016 na França, disse que avaliaria sua situação depois que a atual campeã do mundo perdeu suas duas primeiras partidas do grupo B para Holanda e Chile e foi eliminada do torneio.

Pérez declarou que não houve nenhuma conversa formal sobre o futuro de Del Bosque e que ficou decidido se esperar até que a seleção, que joga sua última partida contra a Austrália na segunda-feira, esteja de volta à Espanha.

"É melhor colocar alguma distância e esperar para falar com tranquilidade em Madri", afirmou Pérez à Rádio Nacional da Espanha.

"Quando Del Bosque assinou o contrato já disse que, se por algum motivo acreditássemos que não deveria continuar, iria embora", acrescentou.

"Del Bosque não entregou sua demissão. Se o fizer, lhe pediremos que continue."

"Sua família pode convencê-lo a não continuar, mas não vamos encontrar outro melhor."

Del Bosque, de 63 anos, já garantiu um lugar entre os grandes técnicos do futebol apesar do inesperado revés no Brasil.

Depois de substituir Luis Aragonés na estreia da vitória da Espanha na Euro 2008, levou a seleção a conquistar seu primeiro Mundial na África do Sul em 2010 e um segundo título europeu consecutivo na Euro 2012, disputada na Polônia e Ucrânia.

(Por Iain Rogers) ((Tradução Redação Rio de Janeiro; 55 21 2223 7146)) REUTERS FP

 
Técnico da seleção da Espanha, Vicente del Bosque, durante partida contra o Chile no Maracanã, Rio de Janeiro. 18/06/2014. REUTERS/Ricardo Moraes