Questionado, Fred promete marcar muitos gols

sexta-feira, 20 de junho de 2014 18:50 BRT
 

Por Pedro Fonseca

TERESÓPOLIS Rio de Janeiro (Reuters) - Homem-gol da seleção brasileira que não balançou a rede em dois jogos na Copa do Mundo, o centroavante Fred prometeu nesta sexta-feira que ainda vai marcar muitos gols.

Após treino da seleção brasileira na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), Fred teve um breve encontro ao lado do campo com o ex-jogador norueguês e atual comentarista de TV John Carew, de quem foi colega no Olympique de Lyon.

A conversa em espanhol terminou com um abraço em que Carew desejou a Fred faça gols na Copa do Mundo. O camisa 9 do Brasil respondeu: "Com certeza, amigo, vou marcar muitos."

Fred, de 30 anos, e Carew, de 34, foram companheiros de clube e chegaram a disputar posição no ataque titular do Lyon de 2005 a 2007. O brasileiro permaneceu no time francês até 2009, quando voltou ao Brasil para defender o Fluminense.

O jejum de Fred na Copa do Mundo repete a situação vivida pelo centroavante na Copa das Confederações do ano passado, quando passou em branco nas duas primeiras partidas do Brasil, foi bastante cobrado pelas atuações abaixo do esperado e depois reagiu.

No Mundial, Fred tem ficado isolado no ataque durante as partidas, em parte devido à falta de criatividade dos outros homens de frente da seleção brasileira mas também pela pouca movimentação do próprio camisa 9.

O atacante ainda foi alvo de uma polêmica ao sofrer um pênalti duvidoso que colocou o Brasil em vantagem sobre a Croácia na partida de abertura da Copa do Mundo, vencida pela seleção, de virada, por 3 x 1.

O árbitro japonês Yushi Nishimura foi duramente criticado pela Croácia por ter marcado pênalti na jogada, em que o brasileiro desabou na área ao receber um toque no ombro de um jogador adversário.   Continuação...

 
Atacante Fred é cumprimentado pelo técnico da seleção Luiz Felipe Scolari durante partida contra o México. 17/06/2014.  REUTERS/Mike Blake