Presidente e torcedores invadem ruas da Costa Rica após triunfo histórico sobre Itália

sexta-feira, 20 de junho de 2014 18:19 BRT
 

SAN JOSÉ (Reuters) - A vitória da Costa Rica sobre a Itália por 1 x 0, que deu à seleção centro-americana uma vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo pela segunda vez em sua história, deflagrou a euforia do presidente costa-riquenho, Luis Guillermo Solís, e de milhares de aficcionados que foram às ruas da capital comemorar.

O presidente da Costa Rica saiu pelas ruas para correr e festejar e registrou seus momentos de felicidade em sua conta no Twitter (@luisguillermosr) em várias fotos.

"A celebração é grande. As ruas são um mar azul e vermelho", escreveu o presidente na rede social.

"Ticos e ticas, um país inteiro. Sim, se pôde", acrescentou. Ticos é o apelido da seleção costa-riquenha.

Milhares de costa-riquenhos faltaram ao trabalho e às aulas para ver a partida em telões localizados na Plaza de Democracia, no centro da capital.

"Não podia ir ao colégio em um dia como hoje", disse à Reuters Keyn Tucker, estudante de 16 anos.

Depois que o árbitro chileno Enrique Osses apitou o final da partida, os torcedores foram para as Fuentes de la Hispanidad, um local histórico, com a camisa vermelha da seleção para comemorarem correndo, saltando, gritando e, até mesmo, chorando.

"É um sonho ver isso. Estamos ganhando contra campeões, somos campeões", disse Rolando Jiménez com lágrimas nos olhos.

A seleção costa-riquenha, que disputa sua quarta Copa do Mundo, só havia passado paras as oitavas de final no Mundial da Itália, em 1990, quando foi eliminada nesta fase pela então Tchecoslováquia. Nos Munidias da Coreia do Sul e do Japão, em 2002, e da Alemanha, em 2006, a equipe foi eliminada na primeira fase.   Continuação...