Técnico argentino diz que críticas de Messi são bem-vindas

sexta-feira, 20 de junho de 2014 18:45 BRT
 

Por Marcelo Androetto

BELO HORIZONTE (Reuters) - O técnico da seleção argentina, Alejandro Sabella, disse nesta sexta-feira que não lhe incomodaram as declarações de Lionel Messi sobre sua preferência como jogador por um esquema tático ofensivo.

Sabella colocou  panos quentes sobre a polêmica surgida na Argentina ao redor das afirmações de Messi, que durante a semana desaprovou a tática empregada no primeiro tempo da vitória sobre a Bósnia por 2 x 1, na estreia pelo Grupo F do Mundial.

“Não me incomodaram em absoluto suas observações, além do mais, ele já as havia me dito. Disse como gosta de jogar, não fez mais do que reiterá-lo. E com todo o respeito. Vivemos em um clima de cordialidade, se respira um grande espírito de grupo”, disse Sabella em uma coletiva de imprensa no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, onde no sábado a Argentina enfrenta o Irã.

“É bom ter uma via de mão dupla com os jogadores, porque sempre se aprende dos dois lados”, acrescentou Sabella.

Na estreia no Maracanã, Sabella colocou um linha de cinco na defesa e deixou Gonzalo Higuaín no banco, mas diante do mal desempenho da equipe, decidiu fazer mudanças no intervalo para voltar ao esquema 4-3-3, preferido por seus atacantes.

“Dou liberdade para que digam o que quiserem. Quem decide quem vai à coletiva (de imprensa) é o técnico, e fui eu quem disse a Messi que fosse, quando podia não ter feito isso. Sinto confiança profissional e humana nos jogadores que tenho”, afirmou Sabella.

“Se alguém não deseja falar ao outro é porque está inseguro; eu os mando (falar com a imprensa) e que digam o que quiserem, porque estou tranquilo”, acrescentou.

O técnico explicou que retornaria ao esquema mais conservador em 5-3-2 se julgasse necessário. “Se tivermos que mudar, vamos mudar.”   Continuação...

 
Técnico da seleção argentina, Alejandro Sabella, durante entrevista coletiva em Belo Horizonte. 20/06/2014. REUTERS/Leonhard Foeger