21 de Junho de 2014 / às 00:17 / 3 anos atrás

França demonstra mesmo espírito de 1998, diz técnico Deschamps

SALVADOR (Reuters) - O técnico da seleção da França, Didier Deschamps, disse que seu time demonstrou a mesma garra e determinação que ele e seus companheiros de equipe tinham quando conquistaram a Copa do Mundo de 1998 em casa, após os franceses arrasarem a Suíça com uma goleada de 5 x 2 nesta sexta-feira.

A França deu uma ótima demonstração de seu potencial ofensivo na Arena Fonte Nova, abrindo uma vantagem de 3 x 0 ainda no primeiro tempo numa atuação avassaladora, o que acabou assegurando a soma de seis pontos em dois jogos e praticamente garantiu a classificação dos franceses pelo Grupo E.

“É a mesma coisa que vimos em 1998, embora não possamos comparar cada um, tenho hoje um grupo muito focado, eles estão com uma mentalidade que querem manter, mesmo aqueles que jogam menos, há uma força surgindo”, disse Deschamps aos jornalistas.

“Isso não é uma garantia de sucesso, mas somando-se a nossas qualidades, a mentalidade é muito importante.”

Deschamps fez questão de elogiar a eficiência do time no primeiro tempo, quando a França rapidamente passou a dominar a partida.

“Conseguir chegar ao intervalo com um placar de 3 x 0 realmente ajuda muito, no 2 x 0 o outro time ainda pode virar o jogo, mas um 3 x 0 é uma diferença significativa”, disse ele.

“É um grande dia para nós, com 5 x 0 aos 30 minutos do segundo tempo, a equipe suíça foi muito bem, mas nós realmente pressionamos muito no meio-campo e acho que nossos ataques foram muito rápidos e isso não foi favorável aos suíços”, acrescentou.

Dois gols marcados no intervalo de 66 segundos por Olivier Giroud e Blaise Matuidi colocaram o placar em 2 x 0 para a França antes dos 20 minutos de partida, com Mathieu Valbuena ampliando o marcador ainda antes do intervalo.

O fenomenal Karim Benzema e Moussa Sissoko foram os autores dos outros dois gols franceses, antes de o reserva suíço Blerim Dzemaili entrar em campo para marcar junto com Granit Xhaka os dois gols de consolação da Suíça. Com a força de Giroud e as arrancadas de Benzema, o placar poderia ter sido ainda maior.

“Há uma enorme satisfação com o resultado”, disse Deschamps. “Somos competitivos, conseguimos mostrar isso hoje, foi um bom teste... Minha impressão agora está muito positiva. Em cinco dias nós vencemos uma batalha.”

O zagueiro francês Mamadou Sakho saiu de campo aos 21 minutos do segundo tempo por causa de uma lesão na coxa e Deschamps disse que a condição do jogador seria avaliada no sábado.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below