Fifa submete sete jogadores da Costa Rica a exame antidoping após vitória sobre a Itália

sábado, 21 de junho de 2014 14:41 BRT
 

(Reuters) - Sete jogadores da seleção da Costa Rica se submeteram na sexta-feira a um exame antidoping após a vitória de 1 x 0 sobre a Itália, que garantiu ao time uma vaga nas oitavas de final da Copa pela segunda vez na história.

Cinco dos jogadores submetidos ao exame tiveram que fazê-lo por que não passaram por testes antes do torneio, esclareceu a Fifa.

"Dois jogadores foram testados como parte do procedimento normal após o jogo", informou a Fifa em sua conta no Twitter. "Cinco outros jogadores da Costa Rica fizeram hoje o exame antidoping rotineiro de pré-jogo", acrescentou a entidade.

Na sexta-feira a Fifa declarou que 800 jogadores --91,5 por cento dos que integram as listas definitivas das seleções para o Mundial-- foram submetidos aos exames antes do início da Copa do Mundo, e nenhum deu positivo.

O organismo garantiu também que, de acordo com seu Regulamento Antidoping, os jogadores que não realizaram os testes antes do torneio no Brasil poderão e "serão" analisados a qualquer momento da competição.

A Costa Rica causou uma grande surpresa na sexta-feira ao derrotar a Itália por 1 x 0, somar seis pontos e se classificar às oitavas de final antes mesmo de disputar a última partida do Grupo D.

Os costa-riquenhos bateram o Uruguai por 3 x 1 em sua estreia e irão encerrar a fase de grupos enfrentando a Inglaterra, já eliminada, em 24 de junho.

 
Jogadores da Costa Rica comemoram vitória sobre a Itália em Recife. REUTERS/Brian Snyder