Treino da seleção termina com invasão de torcedores

sábado, 21 de junho de 2014 17:05 BRT
 

Por Pedro Fonseca

TERESÓPOLIS Rio de Janeiro (Reuters) - Cerca de 30 pessoas, na maioria crianças, invadiram o centro de treinamento da Granja Comary no final do treino da seleção brasileira neste sábado, deixando seguranças desesperados para tentar contê-las.

Centenas de pessoas se aglomeram sempre que há treino da seleção numa rua do condomínio vizinho ao centro de treinamento, em Teresópolis (RJ), para acompanhar as atividades da equipe. Outras invasões já aconteceram no período da Copa do Mundo, mas nunca mais de duas pessoas tinham entrado em campo ao mesmo tempo.

Desta vez a invasão começou com um jovem, que pulou a cerca que separa a rua do centro de treinamento e correu em direção aos jogadores. Enquanto o rapaz era abraçado por Willian, várias pessoas também pularam a cerca e invadiram o local.

Os seguranças, em número bem menor que o de invasores, ficaram perdidos sem saber como conter as pessoas. Funcionários que trabalham em outras áreas da Granja Comary foram chamados para ajudar a conter as pessoas.

A maioria dos invasores não chegou aos jogadores, mas uma menina conseguiu passar despercebida e ficou alguns minutos ao lado de jogadores que cobravam faltas, entre eles Neymar.

O atacante, por sinal, ajudou uma criança que invadiu um treino da seleção no início do mês. Quando o menino era retirado de campo por seguranças, Neymar correu na direção dele e garantiu um encontro do garoto com alguns jogadores da seleção brasileira.

Os torcedores que têm acesso à rua vizinha ao centro de treinamento são moradores ou convidados do condomínio onde fica a Granja Comary, em Teresópolis (RJ).

Do lado de fora do condomínio, muitos torcedores se reuniram para tentar acompanhar o treino mas foram impedidos de entrar. Ao longo do treino, o grupo pediu insistentemente para o técnico Luiz Felipe Scolari liberar a entrada, o que não aconteceu.