Eto'o pode jogar alguns minutos contra Brasil, diz técnico de Camarões

domingo, 22 de junho de 2014 18:22 BRT
 

Por Pedro Fonseca

BRASÍLIA (Reuters) - O capitão e principal nome da seleção de Camarões, Samuel Eto'o, não será titular contra o Brasil mas poderá entrar em campo por alguns minutos na partida de segunda-feira, que encerra a participação da seleção africana na Copa do Mundo, afirmou o técnico Volker Finke neste domingo.

O atacante de 33 anos, do Chelsea, não entrou em campo na derrota de Camarões por 4 x 0 para a Croácia, na semana passada, devido a uma lesão no joelho, e também não participou do treino de reconhecimento do gramado realizado pela equipe africana no Estádio Nacional Mané Garrincha.

"Para amanhã é incerto, talvez ela possa ajudar por alguns minutos, jogar alguns minutos, mas começar como titular podemos dizer que não. Não acredito que haverá algum milagre durante a noite, por isso acho impossível que ele seja titular", afirmou o treinador após a atividade realizada no local da partida de segunda-feira.

Segundo o técnico, o atacante já chegou ao Mundial com o problema no joelho, apesar de ter jogado os 90 minutos na partida de estreia de Camarões na Copa do Mundo, quando foi derrotado por 1 x 0 contra o México.

Mesmo fora de campo, o maior artilheiro da seleção camaronesa e que teve passagens de sucesso por Barcelona e Inter de Milão contribui para a equipe fora de campo, especialmente num momento em que Camarões busca forças para o último jogo, uma vez que já está eliminado da Copa do Mundo.

"Ele desempenha seu papel como capitão, vai trabalhar nas coisas que dizem respeito ao trabalho de capitão da equipe. Sem dúvida ele mobiliza a equipe e isso é muito bom", disse Finke.

Contra Camarões, o Brasil precisa de ao menos um empate para se classificar para as oitavas de final sem depender do resultado de Croácia x México, que jogam no mesmo horário na segunda.

Os dois classificados do Grupo A vão enfrentar Chile e Holanda, que garantiram vaga de forma antecipada no mata-mata pelo Grupo B.

 
Eto'o acena durante treino de Camarões em Brasília.    REUTERS/David Gray